terça-feira, 30 de abril de 2013

Ofensas contra Lula: OFENSAS CONTRA LULA E DILMA.


Vejam este texto do Dr. Valter Uzzo,  enviado por por Luiz Nassif.
Contra ofensas que conservadores fazem a Lula e Dilma

          Um dos mais importantes especialistas do País na área trabalhista, o advogado Valter Uzzo criou um fato político ao enviar para amigos e-mail remetido para um de seus conterrâneos da cidade de Pompéia (SP), chamado apenas por Lara, listando uma série de argumentos contrários à proliferação de spams jocosos sobre o ex-presidente Lula e a Presidente Dilma Roussseff. Ex-presidente do Sindicato dos Advogados de São Paulo, Valter Uzzo, no texto, descreve o cenário histórico da presença e influência das forças conservadoras na política brasileira.
          O e-mail de Uzzo está sendo velozmente disseminado pela internet, ganhando status de peça política contra a discriminação ideológica às forças de esquerda.          Abaixo, a íntegra do texto do Dr. Valter Uzzo:

"Caros

           Um amigo meu de infância passou a me mandar um volume enorme de e-mails com piadas, comentarios e afirmações sempre depreciativas em relação ao Lula, Dilma, PT, etc. A situação foi em um crescendo tal, que atingiu as ráias da provocação e do insulto, até que, outro dia, resolvi responder. E mandei este pequeno texto, que é, em verdade, o que penso de pessoas como ele que, a pretexto de criticar, escondem hipocritamente suas idéias e concepções.
Abcs.Valter Uzzo

Caro Lara:
 
        Tenho, quase que diariamente, recebido os seus e-mails, que trazem piadas, “fotos interessantes”, e propaganda daquilo que, politicamente, você acredita. Quero crer que estou me dirigido à pessoa certa, ou seja, ao Lara que conheci em Pompéia, na infância e adolescência. Se assim é, tenho algumas gratas recordações, de nossa convivência que, ao tempo, pela idade e sem as agruras que viríamos a experimentar durante a vida, era muito boa. Recordo-me mesmo que uma das suas habilidades, invejada por todos nós da mesma classe ginasial, era a incrível capacidade que tinha de “colar”, já que você se abastecia de um grande estoque das “sanfoninhas” (era o tipo de “cola” da época), que escondia perfeitamente em sua mão direita e que lhe permitia -grande perfeição !- colar sem interromper a escrita e, -perfeição maior !-, até mesmo diante do olhar atento do professor. Ao que me recordo, nunca, nenhum dos professores, na fiscalização que faziam, conseguiu algum êxito diante de você. Nesse partícular, você era imbatível.
         Mas, deixando-se de lado tais reminiscências, eu estou me dirigindo à você para tratar de assunto que, diante de sua volumosa correspondência eletrônica, parece lhe interessar: trata-se de questões que envolvem a visão que temos da forma como vem sendo dirigido este país, melhor dizendo, a questão política. Para se ter uma conversa franca, devo dizer que temos uma visão de mundo muito diferente. Acho mesmo, oposta. Em minha profissão (sou advogado) acabei aprendendo a conviver na divergência, já que, diariamente, senta do lado de lá da mesa de audiência, ou dos autos do processo, um colega de mesmo grau de escolaridade que defende justamente o contrário. Adversário. Mas, terminada a audiência, retomamos o relacionamento, ou seja, é um aprendizado constante e permanente, a nos ensinar que devemos respeitar os que pensam de forma diversa. Transposta tal relação para a política, também aprendi a respeitar aqueles que tem uma visão de mundo diferente da minha, embora com eles não concorde. Entre tais “adversários” de pensamento existem dois tipos: os que assim agem por convicção, e os que agem por interesse. Creio que você se enquadra entre os primeiros, ou seja, você tem ideias, a meu ver, que eu classifico como “conservadoras”, mas que são catalogadas no jargão político comum como “reacionárias”, ou por alguns “direitistas”, ou, se formos levar ao extremo a sociologia política, “fascistas”. Para mim, no entanto, você é um “conservador”, por convicção. E é aí que eu quero conversar com você.
          Existe no Brasil uma forte corrente de pensamento conservador. Sempre existiu, aliás, durante o império e durante a república, todos os presidentes e Governos , até 2003, sempre tiveram um perfil conservador, uns mais outros menos. Todos. Getúlio Vargas (1º Governo, ditadura) liderou uma “revolução” -que não era revolução no sentido sociológico do termo- contra práticas condenáveis da República Velha, só isso. Pertencia a elite agrária, era fazendeiro e fez um Governo ambíguo, criando uma legislação trabalhista (que estava sendo criada, ao tempo, por quase todos os países de mesmo grau de desenvolvimento que o Brasil), e criou dois partidos políticos – o PTB, para lhe servir – e o PSD, conservadoríssimo, para ajudá-lo a governar. No mais, encarcerou a oposição e restringiu as liberdades públicas.. Em 45 foi substituído pelo Dutra (outro conservador), que dissipou todas as reservas cambiais que havíamos acumulado com a substituição das importações, durante a guerra. Getúlio volta em 1950 e aí, após um início de governo meio indefinido, começa a aproximar-se de ideias progressistas, mas não conseguiu implementá-las, já que, ameaçado de deposição, suicidou-se. Juscelino foi um inovador em realizações, mas seu governo, embora aparentemente liberal nos costumes, sempre foi um produto das classes dominantes e um fiel seguidor da política americana. Jânio se foi muito rápido , e Jango também nada tinha de progressista: era filho de uma família de riquíssimos fazendeiros, era despreparado para a função e sua queda dá bem a medida de seus compromissos de classe: preferiu viver rico no exílio, do que participar ou liderar uma revolução popular com a qual não se identificava. Seguiram-se os governos militares, Sarney, Collor, Itamar e Fernando Henrique. Se examinarmos todas as medidas tomadas por tais governos (algumas muito boas, até) veremos que nenhuma delas teve a preocupação ou conseguiu alterar o sistema de distribuição de renda no país, -um dos mais injustos do mundo. A dívida externa sempre em patamares impagáveis, o salário mínimo medeando entre U$ 80 a U$ 120 dólares, lenta queda da mortalidade infantil, poucos avanços na afalbetização, grande transferência de rendas para o exterior, sistema de saúde pública catastrófico, destruição da escola pública, gigantesca falta de moradias e favelização, polícia corrupta, Justiça que não funciona, previdência privada mais cara do mundo, seguros mais caros do mundo, alta tributação e assim foi. Só discursos, só demagogia, e muita roubalheira.
          Aí vieram a eleição em 2003, reeleição do Lula e eleição da Dilma. Muitos erros, houve e há corrupção, muitas coisas não deram certo, os quadros do PT, em grande parte, eram despreparados para administração, enfim, as coisas não saíram como o PT pregava. No entanto, o salário mínimo triplicou (em dólares), a renda familiar cresceu, a dívida externa foi paga, o consumo aumentou muito, o emprego cresceu ( e o desemprego despencou) e o Brasil conseguiu crescer, ao meio de uma grande crise internacional .Caro Lara, esses são fatos . Fato é fato, não é discurso, nem proselitismo político, nem palavrório. FATOS. O País está em regime de pleno emprego ( é a 1ª. vez em nossa história que isso acontece), e no ano de 2011, em um universo de 200 países, fomos o 4º. País do mundo em receber investimentos externos, só atrás dos Estados Unidos, China e Hong Kong (notícia do Times, reproduzida no Estadão e Folha na semana passada, com pouco destaque). A arenga de que o Governo, em 2003, pegou uma condição internacional favorável é coversa para boi dormir: muitos outros países não progrediram, muitos entraram em crise, o sistema financeiro internacional em 2008 quase ruiu, enfim, o Brasil navegou muito bem por sua conta e seus méritos. Pensar de modo diverso é revolver a mentalidade colonialista.
          Mas, estou eu a pretender que você se torne um apoiador do Lula e da Dilma ? É claro que não, até porque na nossa idade ninguém muda mais. É que eu acho que essa sua “cruzada” contra, poderia ser muito mais consequente e séria. Já que na clássica definição “partido político é a opinião pública organizada”, porque vocês, conservadores, não fundam um partido que expresse tal ideologia ? A grande farsa que existe é que os conservadores, ou os direitistas, ou os neoliberais, não assumem o próprio rosto. O PSDB (neoliberal) não se diz neoliberal, diz que vai mudar, que é de centro esquerda, que é progressista, e outras baboseiras mais. Porque não se diz neoliberal, e faz um programa neoliberal ?. E vocês, conservadores, porque não se assumem, e fazem um programa com o conteúdo daquiIo que vocês acreditam; contra as cotas, contra o aborto, contra o casamento gay, pela redução dos direitos trabalhistas, dos impostos, por uma política externa mais invasiva, etc, etc, , tal qual o Partido Republicano (Conservador) dos Estados Unidos ? Se você fizer as contas, aqui como lá, o eleitorado se divide, o que, aliás, ocorre em todos países civilizados (França Inglaterra, Austrália, Itália, Espanha, Alemanha, Austria, etc, etc, etc). Ou seja, no mundo todo, o eleitorado se divide em conservadores e progressistas. Mas, aqui não, em razão da hipocrisia política da direita, a luta não é limpa. Estimule a criação de um verdadeiro partido conservador, que defenda as teses conservadoras e o modo de governar conservador e aí, sim, teríamos um debate limpo, direto, sem enganações, sem subterfúgios. A meu ver, essa situação da direita esconder suas verdadeiras propostas, de vestir um manto progressista quando não o é, é a pior forma de trapacear uma nação, posto que esconde seus verdadeiros desígnios. Em suma,já é tempo de sair do armário e vir corajosamente para o debate de ideias.
          O outro ponto que gostaria de conversar com você é sobre a forma negativa e pejorativa de sua “crítica” política. As piadas, imagens, dizeres, etc, que se referem aos que não pensam como você, revelam um rancor que tem de tudo: preconceito, desinformação, insultos, etc. Se você acha que este tipo de crítica desperta alguma simpatia para as suas ideias, ou fazem mal a figura dos criticados, então está na hora de você fazer algumas reflexões sobre o que muda as pessoas. Uma pessoa decente muda de opinião quando você demonstra que ela está errada. Só não mudará se tiver “interesses” em se manter no erro, ou, então, se por alguma razão (preconceito, ignorância, intolerância, irracionalidade, etc) não entender o seu erro e o significado da mudança. Fora disso, a “propaganda” pejorativa contrária é um tiro na culatra. E isso é tanto no aspecto individual como coletivo. O Lula cresceu eleitoramente depois que mudou sua imagem para o “Lula, paz e amor”. Antes, o eleitorado preferia o FHC, com sua voz e modos blandiciosos. Serra com sua linguagem belicosa só perdeu votos. Obama derrotou duas vezes os seus adversários com um discurso suave, sofrendo agressões de todo os lados. O Berluscomi e Sarkosi, na Itália e França, perderam as eleições, em razão de suas práticas autoritárias e arrogantes. Enfim, na medida que a sociedade evolui, essa linguagem truculenta, ofensiva, enganosa, que intui uma falsa moralidade e prega medidas radicais extremadas (para os outros, nunca para si) vai caindo em desuso, não engana mais ninguém. Pode ter servido em outra época, chegou a levar os hitlers e mussolinis ao poder, mas, hoje em dia, ninguém mais cai neste canto de sereia. As pessoas querem é ser convencidas, sem imposições.
       Bem, fico por aqui. Se você quiser prosseguir mandando-me os e-mails, gostaria que não mais me enviasse os relativos à política, a não ser quando nesta terra tiver um partido conservador, ou direitista, ou de natureza fascista ( o Plínio Salgado pelo menos teve coragem e honestidade criando os “camisas verdes”), para que se possa ter um debate decente e honesto. Daí sim, quem sabe, talvez até eu me convença de que existe alguma verdade nessas ideias trapaceadas e escondidas sob o manto de uma falsa moralidade. Ideias tão escondidas, tal como você fazia com as colas e era invejado por toda classe.

Abraços e saudades.

Valter Uzzo


PS: Se você não é a pessoa que eu penso, peço desculpas."

Jornais de Xique Xique (BA): "A ORDEM" Nº 19


O nº 19 do semanário "A ORDEM",  que circulou no dia 20 de dezembro de 1931, tem como manchete principal de 1ª página o seguinte título: "Pilão Arcado em Festas" e o subtítulo "Chega em Pilão Arcado o Cel. Franklin Lins de Albuquerque, Delegado Regional da zona Sanfrancisca e prestigioso chefe em Pilão Arcado".
Na capa do jornal a foto do coronel Franklin Lins de Albuquerque. O texto informa que o famoso coronel, viajando no vapor Venceslau Braz,  desembarcara em Pilão Arcado (BA), onde uma multidão de pessoas o aguardava no porto, saudando-o com foguetório. Informa, ainda,  que o coronel Francisco Xavier Guimarães, líder político de Xique-Xique,  deslocou-se  até Pilão Arcado para levar seu abraço ao grande amigo.
Com o título "Cidade Turva", o jornal, em editorial,  critica as noites escuras na cidade, com os deficientes lampiões sem gás.
Noticia a ocorrência de infanticídio  no então distrito de de Tiririca onde uma senhora casada arranjou um filho de outro homem e, talvez, envergonhada, praticou o monstruoso crime contra o recém-nascido.
Ainda na primeira página traz o assunto "Agradecendo", onde o Sr. Deraldino Cunha escreve agradecendo ao farmacêutico Dr. Vanderlino de Souza Nogueira e ao médico Dr. Oscar Coelho de Aquino por terem conseguido curá-lo através de uma cirurgia.
Nessa primeira página, ainda, a direção do semanário solicita aos assinantes que renovem as suas assinaturas, apresentando-lhes a lista dos correspondentes autorizados em inúmeras localidades.
Registra em "Visitas" as presenças em Xique-Xique de Lino de Carvalho e Marinho de Carvalho, de Santo Inácio e Canabrava do Gonçalo, respectivamente.
A página dois, para variar, além das costumeiras colaborações, assinadas em sua maioria por meras abreviaturas, traz, agora, uma série de nomeações oficiais, com o título "Últimas Nomeações", com os seguintes destaques: Escrivão do Distrito de Pedras: Antônio Marçal da Silva; Suplentes de Juiz de Direito da Comarca de Xique-Xique, para o biênio 1931 a 1932: Joaquim de Souza Nogueira, João Rodrigues Soares e Rosentino José dos Santos; Avaliador da Fazenda Municipal: Alberto Teixeira de Carvalho; Escrivão de Paz de Canabrava do Gonçalo: Pedro Joaquim Machado; Escrivão de Paz do Distrito de Mata Fome: Manoel Bessa Sobrinho; Escrivão de Paz do Distrito Sede: Arnaldo Guimarães Nogueira; Suplentes de Preparador do Termo de Açuruá: Epitácio Martins Bastos, Alcides Gomes Lima e Reginaldo Gomes Lima; Juízes de Paz do Distrito de Brumado: Adrião Alves de Almeida, Claudemiro Alves Pereira e Isidoro Ribeiro Santos Sobrinho; Juízes de Paz do Distrito de Canabrava do Gonçalo: Raimundo Manoel de Cerqueira, Severiano Antunes de Farias, João Venceslau Rocha e Francisco Joaquim de Carvalho; Juízes de Paz do Distrito de Açuruá: Adelino Antunes Bastos, Lindolpho Gomes Lima e Joaquim Carvalho dos Santos; Juízes de Paz do Distrito de Santo Inácio: Baldoíno Antunes da Cunha, Agenor Gomes dos Santos e Ernesto Gomes; Juízes de Paz do Distrito de Tiririca: Luiz Ribeiro Nunes, Joaquim Tertuliano de Carvalho, Filinto Pires Maciel e Manoel Peregrino de Souza; Juízes de Paz do Distrito de Pedras: João Pedro de Figueiredo, José Norberto de Figueiredo, Arthur de Magalhães Castelo Branco e Arquias Coelho da Silva; Juízes de Paz do Distrito de Mata Fome: José Antonio Ribeiro Sobrinho, Herculano Pereira Bastos, Francolino Alves Bessa e Antonio Pedro Guedes; Juízes de Paz do Distrito de Guigós: Josué Alves Barreto, Arestides Farias e Thomaz Pereira Bastos; Juízes de Paz do Distrito Sede: Octaviano Alves Cavalcante, Bartholomeu Custódio de Moraes, Manoel Oliveira Guedes e Claro José dos Santos.
A página três apresenta os eternos anúncios publicitários.
A página quatro traz uma notícia de grande importância para Xique-Xique: a formatura em Salvador, como bacharel em Letras,  da jovem  Honesinda Teixeira da Rocha, filha do coronel Gustavo Teixeira da Rocha, dono da Fazenda Carnaúba.
O jornal "A ORDEM" tentando expressar o sentimento da população Xique-Xique,  pela colação de grau da Srta. Honesinda Teixeira da Rocha, publicou a seguinte frase:  "Xique-Xique se ufana, por ver mais uma de suas filhas coroada com os lauréis da ciência".
Com a chamada "Desastre" o Jornal encerra a edição  com a notícia do primeiro caso de atropelamento ocorrido no município de Xique-Xique: o automóvel do coronel Manoel Alcântara atropela uma pessoa na Estrada Santo Inácio a Xique-Xique.
Esta foi a última edição do jornal "A ORDEM".
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique" de Cassimiro Machado Neto

Vapores do Rio São Francisco: VAPOR "SIQUEIRA CAMPOS"


O "Siqueira Campos" foi um dos principais vapores que navegaram pelo Rio São Francisco.
Durante muitos anos transportou muita mercadoria e muitos passageiros para todas as cidades ribeirinha, de Juazeiro BA até Pirapora MG.

Foto do Rio São Francisco: A BARCA E O PAQUETE


Essa barca de tolda e carranca navegou vitoriosa pelo Rio São Francisco até o advento das barcas a motor.
Eram movidas à vara e à vela e foram as responsáveis pelo desenvolvimento da atividade comercial em todas as cidades ribeirinhas, quando faziam a linha Juazeiro BA a Pirapora MG.
Ao lado, um pequeno paquete que, até  hoje atende às necessidades de navegação individual dos barranqueiros. 

Mensagem Bílbica: JOÃO 14, 28a

OUVISTES QUE EU VOS DISSE:  EU VOU, MAS VOLTO PARA VÓS. SE ME AMÁSSEIS, CERTAMENTE HAVERIA DE ALEGRAR-VOS.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Intendentes e Prefeitos de Xique-Xique BA: INTENDENTE GUSTAVO DE MAGALHÃES COSTA.

O primeiro Intendente Municipal de Xique-Xique (BA), foi o coronel Gustavo de Magalhães Costa, que governou o município no período de 15 de dezembro de 1889  a 10 de abril de 1890, nomeado que fora  pelo Governador da Bahia, Dr. Manuel Vitorino Pereira.
Para ajudar na administração do Município foram nomeados, também, os seguintes  conselheiros municipais  que assumiram no dia 15 de dezembro de 1889 e permaneceram nos cargos até o dia 28 de março de 1892: coronel Francisco Martins Santiago, coronel Antônio da Silva Paiva, coronel Romualdo da Cruz, coronel Joaquim de Figueiredo Rocha e coronel Arlindo Sancho da Franca.
Muita coisa precisava ser feita  em todos os setores na do Município nos distritos e nos povoados pelo Intendente mas este não teve tempo e nem dinheiro.
As brigas e fortes desavenças políticas, bem como  as agressões às pessoas e ao patrimônio cultural começaram desde os primeiros anos após a criação do Município de Xique-Xique no ano de 1832.
Todavia, o  problema mais urgente constatado pelo novo Intendente  era a reconstrução do edifício sede do Paço Municipal, que abrigava a Intendência Municipal, o Conselho Municipal, o Poder Judiciário – pois Xique-Xique era sede de Comarca desde 1857 –, além da Delegacia de Polícia e da Cadeia Pública. 
O velho prédio da Prefeitura, desde o ano de 1832,  abrigava a Câmara Municipal, a Delegacia de Polícia e a Cadeia Pública.
A partir do ano de 1857 com a criação da Comarca os Magistrados e Promotores de Justiça precisaram também de um espaço para ali desempenhar suas tarefas.
A partir de 15 de dezembro de 1889, no mesmo prédio do Paço Municipal, se instalou a sede da Intendência Municipal, no que pese o velho  edifício do Paço Municipal se achar em precárias condições físicas e arquitetônicas.
Por tudo isso, mesmo sem os recursos necessários, o  Intendente  coronel Gustavo de Magalhães Costa,  resolveu reconstruir o edifício da Prefeitura usando seu prestígio e sua força política dentro dos antigos membros do extinto Partido Liberal e do grupo de correligionários ricos que o acompanhavam e o apoiavam e no meio de alguns amigos negociantes e fazendeiros apolíticos.
Apesar do grande esforço dispendido, mas em função do curto mandato e dos poucos recursos financeiros do Município, os trabalhos de recuperação do prédio da Prefeitura foram de pouca monta, ficando para o seu sucessor dar prosseguimento a essa obra tão importante. 
Deve ser registrado, contudo que o nosso primeiro Intendente,  o coronel Gustavo de Magalhães Costa, levando-se em conta as circunstâncias de momento fez muito além do que lhe era possível fazer. Principalmente se levarmos em conta a situação desfavorável dos recursos financeiros do Município.
 

161 

 

 


 

Mensagem Bíblica: ATOS DOS APÓSTOLOS 14, 16

ELE PERMITIU NOS TEMPOS PASSADOS QUE TODAS AS NAÇÕES SEGUISSEM O SEU CAMINHO.

Lago Ipueira de Xique-Xique (BA): PORTO FLUVIAL


O porto fluvial de Xique-Xique, por estar situado no Lago Ipueira, é um dos mais adequados às barcas que movimentam a economia entre as cidades ribeirinhas.
Nos finais de semana, quando acontece a feira livre na cidade, fica difícil encontrar uma vaga para jogar âncora. 

domingo, 28 de abril de 2013

Evangelho Dominical: A DESPEDIDA

                    EVANGELHO DE JOÃO 13, 31-33a  34-35

O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

31Depois que Judas saiu do cenáculo, disse Jesus: “Agora foi glorificado o Filho do Homem, e Deus foi glorificado nele. 32Se Deus foi glorificado nele, também Deus o glorificará em si mesmo, e o glorificará logo.
33aFilhinhos, por pouco tempo estou ainda convosco. 34Eu vos dou um novo mandamento: amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros. 35Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros”.

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.        

sábado, 27 de abril de 2013

Vista aérea de Xique-Xique (BA): CENTRO HISTÓRICO


Vista aérea do centro histórico de Xique-Xique BA, destacando-se na extremidade esquerda o Mercado do Peixe, na margem do Lago  e na extremidade direita a Igreja Matriz do Senhor do Bonfim, na Praça d. Máximo.
Na parte inferior aparece uma parte da Ilha do Gado Bravo situada em frente a cidade.
O Lago Ipueira é o grande diferencial.

Mensagem Bíblica: JOÃO 14, 12a

NA VERDADE EU VOS DIGO: QUEM CRÉ EM MIM FARÁ TAMBÉM AS OBRAS QUE EU FAÇO.

Foto antiga de Xique-Xique (BA): CALÇAMENTO DA RUA CUSTÓDIO MORAES.


Esta é uma foto do tempo em que as ruas da região comercial de Xique-Xique estavam recebendo a pavimentação com paralelos.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Aconteceu em Xique Xique - sec. XIX - CRIAÇÃO DO MUNICÍPIO DE XIQUE-XIQUE (BA)

                  CRIAÇÃO DO MUNICÍPIO DE XIQUE-XIQUE (BA)
                                06 DE JULHO DE 1832.
 
 No dia 06 de julho de 1832, o Conselho Provincial da Bahia assinou Decreto  criando o Município de Xique-Xique (BA), desmembrado do  Município de Jacobina (BA).
Nesse dia, era Presidente do Conselho Provincial da Bahia o Dr. Joaquim José Pinheiro de Vasconcelos – Visconde Mont’Serrat – (04.06.1831-10.12.1834), que determinou, em Ato, que a Câmara Municipal de Paratinga (BA) se deslocasse até Xique-Xique (BA), o município recém criado, e ali  promovesse a solenidade de instalação, fato que aconteceu no dia em 23 de outubro de 1834.
A ata de instalação do Município de Xique-Xique (BA) está guardada e preservada no Arquivo Público do Estado da Bahia, em Salvador, a qual  registra o nome oficial da cidade e a   data da criação do Município como sendo 06 de julho de 1832.
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique" de Cassimiro Neto
56

Aconteceu em Xique-Xique (BA) - Sec. XX - O PADRE SAMPAIO E O DISTRITO DE TIRIRICA.

                                          I) O Pároco Padre Sampaio.

No dia 01 de janeiro de 1900 o  Padre Francisco de Magalhães Sampaio assumiu a função de Pároco da Igreja Matriz do Senhor do Bonfim de Xique-Xique BA.
Permaneceu no cargo até o ano de 1924, quando foi expulso  da cidade pelos coronéis locais que não estavam gostando da atividade política desse Sacerdote, junto aos menos favorecidos.

                          II)  O Distrito de Tiririca (28 de abril de 1900)

A Fazenda Tiririca foi fundada pelo português Alberto Pires de Carvalho e sua mulher a índia tapuia Felícia Pires de Carvalho, no ano de 1725, distando 39 km da cidade de Xique-Xique, perto da margem esquerda do Rio Verde.
Em 1900, 165 anos depois, torna-se Distrito Administrativo e Judiciário do município de Xique-Xique, através de uma Resolução Municipal assinada no dia 28 de abril de 1900 pelo   Intendente Municipal de Xique-Xique BA, Coronel Romualdo da Cruz,  Resolução essa  confirmada pela Lei Estadual nº 452, de 06 de junho de 1902, assinada pelo governador do Estado da Bahia Dr.Severino Vieira (1900-1904).
A partir desta data Tiririca passa a ter Cartório do Registro Civil das Pessoas Naturais de nascimentos, casamentos e óbitos, Tabelionato de Notas e Juiz de Paz e seu respectivo suplente.
 Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique", de Cassimiro Neto.
 183

Aconteceu em Xique-Xique BA, no século XXI: JOVENS MAGNÍFICOS 2000


No dia 29 de junho de 1998, 32 jovens, rapazes e moças xiquexiquenses, induzidos pelo nobre desejo de zelar pelo patrimônio arquitetônico histórico do Município, fundaram a instituição Jovens “Magníficos 2000”, cuja sede ficou situada na Rua Aristóteles Marçal, n° 556, bairro Santa Marta.
A primeira  Diretoria dessa importante  agremiação foi composta pelos jovens:
                         Presidente: Luiz Melo dos Santos
                        Vice-Presidente: Sidney da Silva Santos
                        1° Secretário: Joscélio Santos Lima
                        2ª Secretária: Ana Cristina Pereira Leite      
                            1° Tesoureiro: Luciene da Silva Leite
                        2° Tesoureiro: Ednilson da Silva Souza.

 Eles elegeram o aspecto histórico-cultural relacionado com a proteção e a preservação dos prédios mais antigos de todas as comunidades que compõem o Município, principalmente os da sede municipal.
Como providência primeira deram prioridade a uma campanha visando a recuperação da Igreja  de Senhora Sant'Ana, construída na Ilha do Miradouro no ano de 1690.
Segundo informações a campanha, feita na Cidade, visitando comerciantes, donas-de-casa, políticos e todas as demais pessoas, foi vitoriosa e conseguiram doações que foram aplicadas na restauração do histórico templo.
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique", de Cassimiro Neto.
 
Obs: Este Blog gostaria de receber notícias dessa agremiação "Jovens  Magníficos 2000" e se coloca a disposição para divulgar as atuais atividades.

 999

Mensagem Bíblica: JOÃO 14,1

NÃO SE PERTURBE VOSSO CORAÇÃO. CREDES EM DEUS, CREDE TAMBÉM EM MIM.

Foto Denúncia: MERCADO DO PEIXE EM XIQUE-XIQUE (BA)

Peixes expostos sobre sujas bancas de madeira

Como o peixe é "tratado"

As bancas são o que tem de pior

Infelizmente, tudo indica que o pescado,  principal e tradicional  alimento dos xiquexiquenses,  continuará a ser vendido contaminado com a sujeira do Mercado.
Sai prefeito e entra prefeito e "tudo continua com antes no quartel de Abrantes".
Mas, a esperança é a última que morre. Ainda continuamos acreditando que o Ministério Público da Bahia um dia se sensibilizará com os habitantes desse longínquo município baiano e tomará uma providência.
Enquanto isso, Deus continuará nos protegendo.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Foto Interessante de Xique-Xique BA: PRIMEIROS CONTABILISTAS



No mês de dezembro de 1971 o "Colégio Municipal Senhor do Bonfim" formou sua primeira turma de Técnicos em Contabilidade tendo como Paraninfo  o ilustre Contador e Professor Carlos de Souza Santos.
A turma de formando foi assim composta: Alíria Campos de Oliveira, Dilton Queiroz, Eduardo Sodré, Elizaldo Sodré, Maria Áurea Sodré, Newton Rodrigues Porto, Oscar Armando de Miranda Guedes, Reinaldo Nery Nepomuceno, Selenolita Barreto, Sônia e Vivandira. 

Xiquexiquenses Ilustres: GUSTAVO TEIXEIRA DA ROCHA FILHO


         Gustavo Teixeira da Rocha Filho nasceu no dia 7 de junho de 1897, na Fazenda Carnaúba, município de Xique-Xique BA,  filho do Sr. Gustavo Teixeira da Rocha e de D. Maria Angélica da Rocha.
       "Gustavinho" – como os familiares e os amigos próximos o chamavam carinhosamente – no exercício da função de coletor do governo estadual da Bahia, residiu nas cidades de Ituaçu, Jaguaquara e Jequié.
       Casou-se com D. Dália Marques da Rocha e da união tiveram sete filhos: Robério da Franca Teixeira, Adalgisa da Franca Teixeira, Violeta Angélica Marques Teixeira, Geraldo Luís Marques Teixeira, Fernando Wellington Marques Teixeira e Nívea Angélica Marques Teixeira. 
Gustavo Teixeira da Rocha faleceu no ano de 1977. 

Dinheiro, Deuses & Poder: PAPEL-MOEDA

O Século XVIII começa com moedas de prata, ouro e cobre e termina com o papel-moeda como meio alternativo de pagamento.
A passagem para o papel moeda cobrou quase um século de reciclagem das pessoas com a moeda.
Cédulas educacionais lançadas nos Estados Unidos com lastro em prata contribuíram para a mudança.
Neste certificado de prata de um dólar a alegoria feminina dirige o olhar de uma criança para a constituição.
Fonte: Coleção Spínola - Nomus Brasiliana

Mensagem Bíblica: MARCOS 16, 17-18a

OS SINAIS QUE ACOMPANHARÃO OS QUE CREREM SÃO ESTES: EM MEU NOME EXPULSARÃO DEMÔNIOS, FALARÃO LÍNGUAS NOVAS, PEGARÃO SERPENTES E, SE BEBEREM VENENO, NÃO LHES FARÁ MAL.

Enchente de 1979 em Xique-Xique BA - PRAÇA D. MÁXIMO.


Esta foto de 1979 registra uma das maiores cheias do Rio São Francisco que inundou grande parte de Xique-Xique BA.
A foto é do lado sul da Praça D. Máximo, vendo-se ao fundo a Praça Getúlio Vargas.
Ainda remanescem algumas barcas ancoradas sobre o calçada do jardim o que demonstra essa parte da praça ainda estar em nível navegável.
Foto: Afonso

Barcas do rio São Francisco: BARCA "FLORÊNCIA"


A "FLORÊNCIA" é uma das grandes barcas que fazem o comércio ambulante nas cidades ribeirinhas do Rio São Francisco.
Semanalmente essa barca está no porto fluvial de Xique-Xique (BA), aproveitando a grande movimentação comercial  por ocasião da grande feira livre que ali acontece nos finais de semana.

Estaleiro de Xique-Xique: A BARCA "AMÉRICA"

A barca "América" navegando no Lago Ipueira

A barca "América" no estaleiro

Em publicação anterior registramos a barca "América" em plena atividade deslizando sobre as águas do Lago Ipueira em Xique-Xique BA.
Mas, mesmo as pujantes barcas precisam dar uma paradinha para manutenção.
É exatamente isso que a barca "América" está fazendo no estaleiro de Xique-Xique, para que possa retornar ao Lago com toda a segurança que o ofício requer.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Mensagem Bíblica: JOÃO 12,46

EU VIM COMO  A LUZ DO MUNDO, PARA QUE QUEM CRÊ EM MIM NÃO FIQUE NA ESCURIDÃO.

Arte Sacra na Bahia: SÃO FRANCISCO XAVIER

Busto Relicário do padroeiro da cidade do Salvador (BA), em prata lavrada em motivos fitomorfos formando arabescos, do século XVII. Rosto em madeira entalhada e policromada.
As relíquias estão contidas em um escrutínio ovóide no centro do peito.
A base de forma octogonal é ornada com entrelaçados de cachos de videira.
Charola do século XIX. Transepto, ao lado da epístola.
Catedral Basílica de Salvador BA.
Fonte: "Bahia: Tesouros da Fé"
Foto: Sérgio Benutti

terça-feira, 23 de abril de 2013

Mensagem Bíblica: JOÃO 10, 25

JESUS LHES RESPONDEU: "JÁ VOS DISSE E NÃO CREDES. AS OBRAS QUE EU FAÇO EM NOME DE MEU PAI DÃO TESTEMUNHO DE MIM".

Jornais de Xique Xique BA: "A ORDEM" - Nº 18

 No dia de 13 de dezembro de 1931, o Periódico publica em sua primeira página uma coluna com o título "Agradecendo", espécie de Editorial, dirigindo-se a várias autoridades xiquexiquenses, daquela época, em agradecimento pelo atendimento da algumas solicitações feitas pelo jornal, tais como: agradece ao  Prefeito Municipal, Coronel José de Souza Nogueira, a retirada do lixo das ruas e  a mudança do nome de Rua dos Aflitos para Rua Castro Alves; agradece, também ao Monsenhor Costa  por ter mandado retirar um cruzeiro que havia na Av. Dr. J. J. Seabra; agradece também ao coronel Manoel Teixeira de Carvalho pelo mesmo haver ordenado o fechamento de uma casa abandonada que estava servindo de sanitário público. Em fim, agradece igualmente ao coronel Francisco Xavier Guimarães por estar construindo em um terreno baldio ao lado da residência do Sr. Antônio Feitosa.
Em outra reportagem denominada "Francolino Santos & Sobrinho", ilustrada com uma fotografia do Sr. Francolino José dos Santos e outra do seu sócio Sr. Rosentino Santos, o jornal faz  uma pequena matéria sobre as atividades comerciais desse cidadãos, ressaltando a recente viagem que fizeram ao Rio de Janeiro para aquisição de uma grande variedade de mercadorias de qualidade excelente  para a loja de ambos. É uma matéria publicitária. 
O periódico registra o sucesso da festa de Conceição, no dia 8 de dezembro, com a seguinte informação: "Apesar da grande crise que ora atravessamos, não deixou de correr bastante animada a festa de Nossa Senhora da Conceição, graças aos esforços do nosso amado pároco Monsenhor Costa.
Em seguida o jornal comenta sobre os "Viajantes": Dr. Clício Bezerra Moreno, Juiz de Direito de Xique-Xique, e o Dr. Vítor Farani, Promotor Público de Xique-Xique, viajaram para a Capital, embarcando no vapor "Wenceslau Braz", para Juazeiro, onde tomaram o trem de ferro para Salvador;  o coronel Lithercílio Baptista da Rocha retorna de Salvador; chegaram de automóvel, vindos de Salvador, o coronel Manoel Alcântara e o senhor Nestor Fortes; viajaram para  Santo Inácio os senhores Jovelino Martins e Lino Carvalho.
Na seção "Enfermos" registra que o médico Dr. Oscar Coelho de Aquino esteve adoentado, bem como a D. Ana Avelino, mãe do major Agrário de Magalhães Avelino.
A página dois traz 2 Decretos do interventor federal da Bahia tenente Juracy Montenegro Magalhães, que interessam diretamente ao município de Xique-Xique: o  primeiro de n° 7.737, de 06.11.1931, autoriza o prefeito municipal de Xique-Xique coronel José de Souza Nogueira firmar contrato de arrendamento da Ilha do Boi; o segundo de n° 7.746, de 13.11.1931 estabelece as quotas municipais.
A página três é dedicada a vários  anúncios comerciais.
A página quatro começa com a matéria "Canabrava do Miranda", informando que o major José Martins de Araújo enviou uma carta ao jornal, devolvendo junto a credencial que fazia seu filho Francisco Martins de Araújo correspondente do mesmo naquela localidade. O major José Martins de Araújo dizia-se ofendido pelo discurso do Dr. Vítor Farani, feito dia 24 de outubro de 1931, nas comemorações do 1° aniversário da Revolução de 30, que o jornal publicou na íntegra e, no qual o orador chamou o coronel Horácio de Matos de bandido. O jornal se explica e se defende afirmando que cumpriu sua obrigação de informar, que não teve nenhuma intenção de ofender o coronel Horácio de Matos, até porque o mesmo é parente do diretor de A ORDEM.
Em seguida vem a seção de "Aniversários": Dia 1: Sr. Joel Bastos; Dia 11: Sr. Joaquim de Figueiredo Rocha, Sr. Francolino Pereira Marques e Sr. Napoleão Alves de Oliveira;  Dia 13: Srta. Mariluzia Moraes, filha de João Custódio de Morais e Srta. Maria Custódio de Morais, filha do Sr. José Custódio de Morais, grande comerciante local.
Encerra a página com uma poesia intitulada "Cruel Sorte", da Sra. Olga Ribeiro de Miranda, enviada de Açuruá, em 20.11.1931.
Com o título "Missas" o jornal informa a celebração da missa de 30° dia, celebrada 30.11, por Monsenhor Costa, nosso Pároco, em memória de Dom Antônio Malan, bispo de Petrolina PE. Outra missa foi celebrada no dia 05.12, encomendada pelo coronel Francisco Xavier Guimarães em memória do Dr. Cordeiro de Miranda, falecido em Salvador. 
Com o título "Batizados" informa que no  dia 02.12 foi batizada a criança Nilton Rodrigues, filho do Sr. João Rodrigues Felão, sendo padrinhos o Sr. Clício Moreno Bezerra Filho e D. Maria do Carmo Moreno. tendo havido, por isso, um animado baile na residência do  Sr. Coriolano Miranda reunindo a elite de Xique-Xique; Batizou-se, também, no dia 8.12 a criança Laurentina Araújo, filha do Sr. João da Lapa Araújo e de D. Joana Ferreira de Araújo, tendo como os padrinhos  o Sr. Olímpio Antunes Bastos e D.Belanísia Gomes Bastos.
Após as notícias dos batizados, o jornal  publica um texto e uma foto do Sr.  Aníbal Gomes de Miranda, farmacêutico em Santo Inácio e irmão do diretor de "A ORDEM", Sr. Claudemiro Miranda, informando que virá passar as festas de Natal e Ano Novo com seus familiares.
Termina com um "Edital", de 07 de dezembro de 1931, assinado pelo Sr. João Leite, Oficial do Registro Civil que publica a intenção do Sr. João Pimentel de Meireles e D. Joana Rosa Meireles de se casarem.
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique" de Cassimiro Machado Neto.

Baixio de Xique-Xique (BA): O PROJETO DE IRRIGAÇÃO

          PROJETO DE IRRIGAÇÃO DE XIQUE-XIQUE (BA).

                              BAIXIO DE XIQUE-XIQUE

 
 
Tomada d'água no Rio São Francisco, em Xique-Xique BA
 
 
 
Grande Canal no Município de Xique-Xique BA
 
       Informo aos seguidores e leitores deste Blog que a população da cidade de Xique-Xique (BA) não concorda com a denominação de BAIXIO DE IRECÊ dada ao Projeto de Irrigação que está sendo implantado no Município de Xique-Xique (BA), local onde estão situados o BAIXIO e a ÁGUA necessários à existência do referido Projeto de Irrigação.
       Denominá-lo de "BAIXIO DE IRECÊ" é um grande engano e, acredito, mesmo, que os habitantes da cidade de Irecê (BA) não devam sentir-se confortáveis com essa indevida denominação pois, sabem, mais que ninguém, que naquele Município não tem baixio, e nem água para irrigação e fica a uma distância de mais de 100 km da margem do Rio São Francisco, local da tomada d'água e do canal principal (foto).
      Como acredito não serem eles os autores da equivocada denominação e sim que tenha partido de algum técnico que desconhece a realidade dos fatos, bem que os habitantes da cidade de Irecê poderiam ser parceiros dos Xiquexiquenses nesse pleito de mudança do nome do Projeto para BAIXIO DE XIQUE-XIQUE, a não ser que queiram compactuar com essa usurpação

Foto do Rio São Francisco: VAPOR E BARCA ANCORADOS

Esta foto é da década de 1940 ou 1950 e mostra o famoso vapor "Barão de Cotegipe" e a não menos famosa barca de tolda "Minas Gerais", movida a vara e a vela, ancorados num porto do Rio São Francisco.
Era uma cena típica na beira do rio, naquela época, o vapor pegando lenha, mercadorias ou passageiros e a barca, como verdadeiro mercado ambulante, negociando gêneros alimentícios ou produtos de uso diário dos beiradeiros.
Isso acabou. As autoridades do Brasil responsáveis pelo transporte desativaram os vapores que eram mais de trinta navegando pelo rio e as barcas de tolda foram substituídas pelas barcas movidas a óleo
Foto: Marcel Gautherot

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Prédio Histórico de Gameleira do Assuruá: ESCOLA ALFREDO SAMPAIO


      A conservação da memória de um povo, incluindo ai os edifícios ali construídos, tem muito a ver com a cultura de cada comunidade.
     São as edificações  que atravessando o tempo, também, registram a contam os fatos e eventos que ali aconteceram, principalmente quando nesses equipamentos funcionaram, em determinada época, instituições culturais.
     Por isso, a ESCOLA ALFREDO SAMPAIO, de ensino fundamental, construída na comunidade de Gameleira de Assuruá, distrito de Gentio do Ouro (BA), no longínquo  ano de 1972, por ser um desses importantes equipamentos, merece estar totalmente restaurada e sendo utilizada na finalidade para a qual foi construída e não abandonada pelos poderes municipais, como se encontra na atualidade.
     É necessário, pois, que o povo de Gameleira se congregue no sentido de obter a total recuperação da referida Escola e o retorno dos alunos e professores às salas de aulas.
     Como alternativa, poder-se-ia transformar o referido prédio, após recuperado, num centro de cultura e lazer para os jovens e adultos da pequena e carente comunidade de Gameleira.

Parque Aquatico de Xique-Xique BA: O SURUBIM

Famosa escultura do peixe Surubim, que ornamenta o Parque da cidade.

Lago Ipueira em Xique-Xique BA: PORTO FLUVIAL


O Lago Ipueira, formado pelo Rio São Francisco e que banha a cidade de Xique-Xique BA, transforma essa cidade num dos principais portos fluviais do "Velho Chico".
Nos fins de semana, principalmente, ali ancoram centenas de barcas trazendo gente e mercadorias para a grande feira semanal e dinamizando a economia local.
A movimentação das barcas, chegando e saindo, é um bonito espetáculo somente visto pelos xiquexiquenses ou por algum visitante que por ali passa.

domingo, 21 de abril de 2013

Evangelho Dominical: O BOM PASTOR

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo João – Naquele tempo, disse Jesus: 27“As minhas ovelhas escutam a minha voz, eu as conheço e elas me seguem. 28Eu dou-lhes a vida eterna e elas jamais se perderão. E ninguém vai arrancá-las de minha mão. 29Meu Pai, que me deu estas ovelhas, é maior que todos, e ninguém pode arrebatá-las da mão do Pai. 30Eu e o Pai somos um”. – Palavra da salvação.
 

sábado, 20 de abril de 2013

Foto Antiga de Xique-Xique BA: PRAÇA D. MÁXIMO


Esta é uma foto da Praça D. Máximo, em Xique-Xique BA, anterior ao ano de 1955, quando ainda não existia o jardim construído naquele ano.
O belo prédio da Prefeitura Municipal demolido no ano de 1963 ainda estava imponentemente de pé. Era a mais bela edificação da cidade e não entendi os motivos que causaram a demolição.

Mensagem Bíblica: JOÃO 6, 63

O ESPÍRITO É QUE DÁ A VIDA. A CARNE DE NADA SERVE. AS PALAVRAS QUE VOS TENHO DITO SÃO ESPÍRITO E VIDA.

A Fábrica de adubos do Texas, Estados Unidos.


Sobre o incêndio e explosão de uma fábrica de adubos no Texas,  Estados Unidos, assim se pronunciou o jornal "Houston Chronicle" daquele estado:
"Os problemas com a segurança começaram a surgir  em 2004 quando a fábrica mudou de proprietário e passou a sofrer denúncia de vazamento de gases. Dessa data em diante a produtora de fertilizantes operou por três anos sem licença. Foram as denúncias da comunidade local que levaram o governo a fiscalizar e emitir licença para a operação. Com a explosão, uma série de problemas de segurança da fábrica reapareceram. A Administração para Segurança e Saúde  do Trabalho, por exemplo, teria investigado a empresa pela última vez em 1985. Dois órgãos  federais dos Estados Unidos, um para explosivos e outro para químicos, disseram que farão extensas investigações na área."
 
O desastre acontecido esta semana, matou 40 pessoas,  colocou 180 pessoas no hospital, muitas em estado grave e destruiu 150 casas e lojas.
Para reflexão, pois os pessimistas de plantão afirmam que esse tipo de descaso e displicência, para com a segurança pública, só acontece no Brasil. FALEI!

Vista aérea de Xique-Xique BA: Rua Virgílio Bessa


A Rua Virgílio Bessa, uma das mais bonitas de Xique-Xique, é a continuação da Rua Rosa Baraúna e, paralela ao Rio São Francisco, fica, naturalmente, perpendicular à Av. J. Seabra.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Aconteceu em Xique Xique seculo XIX: FIM DO MANDATO DO INTENDENTE

No dia 26 de março de 1890, o Intendente Municipal de Xique-Xique, Coronel Gustavo de Magalhães Costa foi substituído no cargo pelo Coronel Reginaldo Gomes Lima, nomeado que fora pelo Governador da Bahia, Dr. Manoel Vitorino Pereira, tendo assumido o cargo no dia 10 de abril de 1890.
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique" de Cassimiro Machado.

 

Aconteceu em Xique Xique BA, no século XX: SUBSTITUIÇÃO DE INTENDENTES

No dia 13 de dezembro de 1922, o governador da Bahia Dr. José Joaquim Seabra atendendo solicitação de afastamento provisório do coronel Francisco Xavier Guimarães do cargo de Intendente Municipal de Xique-Xique nomeou, através de Decreto, dessa data, o coronel Genuíno Carvalho dos Santos para substituí-lo.
A posse do coronel Genuíno Carvalho dos Santos, novo Intendente Municipal de Xique-Xique, aconteceu no dia 22 de dezembro de 1922.
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique", de Casimiro Machado.

Prédios Clássicos de Xique-Xique BA: FARMÁCIA UNIVERSO


A casa em primeiro plano à esquerda era a Farmácia Universo de propriedade do farmacêutico Sr. João Rodrigues Soares.
Na década de 1950 era a única farmácia da cidade e o Sr. João Soares fazia também o papel de médico, consultando e receitando ante a carência daquele profissional.
O Sr. João Rodrigues Soares (avô do estimado Oberdan), além de farmacêutico competente, foi o segundo Prefeito Municipal de Xique-Xique (BA), eleito pelo povo, para o mandato de 1951 a 1955.
Foi o Prefeito João Soares que construiu o jardim da Praça D. Máximo.
O Sr. João Soares, que exerceu o ofício de farmacêutico por toda a vida, mesmo depois de terminado o mandato de Prefeito Municipal, nasceu no dia 02 de janeiro de 1891 e faleceu no dia 02 de junho de 1971.
 

 

Mensagem Bíblica: JOÃO 6, 56

QUEM COME MINHA CARNE E BEBE MEU SANGUE PERMANECE EM MIM, E EU NELE.

Aconteceu em Xique-Xique (BA) - Séc. XXI: ELEIÇÃO DO PREFEITO JOSÉ MAGALHÃES


No dia 1º de outubro de 2000, foi eleito Prefeito Municipal de Xique-Xique BA o médico José Magalhães,  tendo como companheiro de chapa o empresário Eduardo Pessoa da Silva.
A Câmara de Vereadores de Xique-Xique, para a legislatura 2001-2005, ficou com a seguinte composição: Edésio Rocha Neto, Edson Cosmo da Silva, Esermílson Rocha, Francisco Machado da Silva, Francisco Pereira de Carvalho, Joaquim Lopes Rabelo, José Pessoa de Carvalho, Laércio Muniz Ferreira, Luís André de Queiroz Teixeira, Manoel Moura da Silva, Marivaldo Figueiredo Santos, Ruidalba Maria Lobo de Araújo e Valmir Magalhães.

Foto Denúncia: MERCADO DO PEIXE DE XIQUE-XIQUE (BA)

Uma das "bancas" do Mercado

O peixeiro já convive com a sujeira a seus pés.

Terminada a venda a sujeira permanece
   Talvez o leitor fique com enfado ao ler essas más notícias que semanalmente aqui são publicadas sobre o estado de abandono em que se encontra o nosso "Mercado do Peixe" de Xique-Xique (BA).
   Mas, como xiquexiquense, mesmo não residindo na cidade, preocupa-me o descaso das nossas autoridades municipais sobre a coisa mais importante numa cidade: a saúde pública.
    Assim, só nos resta pedir um pouco de paciência aos leitores deste blog, bem como, interceder ao representante do Ministério Público da nossa cidade que requeira ao MM Juiz local, via Ação Judicial, a interdição do Mercado do Peixe, por atentado à saúde pública, até que as autoridades municipais de Xique-Xique BA entendam que tal descaso e irresponsabilidade não pode continuar.
ATÉ QUANDO O POVO DE XIQUE-XIQUE (BA) CONTINUARÁ SE ALIMENTANDO DE PEIXE CONTAMINADO COM A SUJEIRA DO MERCADO ONDE SÃO EXPOSTOS E VENDIDOS? 

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Xiquexiqneses Ilustres: SR. ANFRÍSIO BARRETO


No dia 12 de setembro de 1909 nasceu o Sr. Anfrísio de Figueiredo Barreto, em  Gameleira do Açuruá, Município de Xique-Xique BA, filho do Sr. Norberto Alves Barreto e de D. Amália de Figueiredo Barreto.
Na infância o Sr. Anfrísio Barreto estudou o Curso Primário com os professores Américo Gomes Lima em Gentio do Ouro (BA) e Virgílio Alves Bessa em Xique-Xique BA.
Na juventude, o Sr. Anfrísio foi garimpeiro nas lavras da Gameleira e mais tarde, já em Xique-Xique  se estabeleceu como comerciante.

Mensagem Bíblica: JOÃO 6, 44

NINGUÉM PODE VIR A MIM SE O PAI QUE ME ENVIOU NÃO O ATRAIR; E EU O RESSUSCITAREI NO ÚLTIMO DIA. 

Mensagem Bíblica: JOÃO 6, 44

Foto Interessante de Xique-Xique BA: DESFILE DA PRIMAVERA


No tempo em que o Dr. Hélcio Bessa foi Diretor do Ginásio Senhor do Bonfim, foram incentivados os famosos desfiles da Primavera com intensa participação dos alunos.
Essas comemorações eram muito prestigiadas pela população que se postava  ao longo do trajeto e aplaudiam os alunos, principalmente os que participavam da banda, do folclore e da baliza.

Estaleiro em Xique Xique (BA): BARCA SUCATEADA


Apesar de esta "barca" estar em frente ao estaleiro, não acredito que tenha alguma recuperação.
Com a palavra do dono do estaleiro.

Dinheiro, Deuses & Poder: BENJAMIM FRANKLIN

 
                  Fugio de Benjamim Franklin de 1787 - Um centavo
 A primeira tentativa norte-americana de moeda própria traz uma palavra-chave, fugio, que lembra o valor do dinheiro no tempo. Tempo é dinheiro (time is money). A legenda "mind your business" (cuide de seu negócio) se identifica com o pragmatismo típico do imaginário norte-americano. Filósofos como Pierce ajudaram a aprofundar o significado do pragmatismo.

Enchente de 1979 em Xique-Xique BA: PRAÇA GETÚLIO VARGAS


A Praça Getúlio Vargas foi um dos primeiros logradouros a ser tomado pelas águas ante sua proximidade com o cais.
A foto não informa se o nível das águas naquela Praça estava aumentando (início da cheia) ou se já estava reduzindo (fim da cheia). Mas, demonstra que a Praça ainda estava totalmente alagada impedindo as atividades comerciais que ali sempre  foram exercidas.