quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Mensagem Bíblica: ROMANOS 8, 35

QUEM NOS SEPARARÁ DO AMOR DE CRISTO? O SOFRIMENTO, A ANGÚSTIA, A PERSEGUIÇÃO, A FOME A NUDEZ, O PERIGO, A ESPADA?
 
 
Santos do dia: Afonso de Palma, Antônio de Milão, Foilano.

COLEÇAÕ SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

A INTEGRIDADE GUIA OS HOMENS RETOS,
E A MALDADE DESTROI OS TRAIDORES.

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Barca de tolda: "NOVA PLANTA"


Típica barca de tolda com a característica carranca.
Essas barcas navegaram no Rio São Francisco juntamente com os vapores.
Desapareceram com a chegada das barcas a motor.

Arte Sacra na Bahia: CÁLICE E PATENA




Cálice e Patena de ouro maciço repuxado e cinzelado com incrustações de quatro esmeraldas na base. Século XVIII.
Pertence ao Convento do Desterro, em Salvador BA.
Fonte: "Bahia: Tesouros da Fé"
Foto: Sérgio Benutti

Aconteceu em Xique-Xique (BA) no século XIX: CÂMARA RELATA LUTAS NA CIDADE


Longa carta da Câmara relatando lutas violentas

– 1848 –

     No dia 23 de abril de 1848, a Câmara Municipal de Xique-Xique envia ao Presidente da Província da Bahia, Dr. Joaquim José Pinheiro de Vasconcelos, uma longa carta relatando os fatos acontecidos na sede municipal e descrevendo com detalhes e minúcias os episódios e as pessoas que se envolveram neles, cujos principais tópicos estão abaixo:
"Fatos estúpidos registram-se em Chique-Chique, desde 13 de abril. O Partido Conservador lidera o desrespeito às leis e às autoridades, praticando crimes e excessos de todo gênero. Impede ao Juiz de Paz presidir a formação da mesa da Câmara Municipal.
O Partido Conservador encheu a sede da vila de cabras e de criminosos, bloqueou a Igreja Matriz".
     A Câmara Municipal fez questão de identificar nominalmente os líderes do Partido Conservador, que tinha o apelido de "Marrão".
     Estão no texto da carta os nomes dos seguintes dirigentes do Partido Conservador: Manoel Martiniano de França Antunes, Antônio Joaquim de Magalhães e Emídio José de Carvalho.
    A carta acrescenta, ainda: “e um filho do 1º suplente do Juiz Municipal.”
    Na sequência da carta, a Câmara continua denunciando o Partido Conservador:
"O pessoal do Partido Conservador abriu fogo contra quem estava no templo da Igreja Matriz do Senhor do Bonfim, obrigando a gente do Partido Liberal a esconder-se no interior do templo e nas casas vizinhas.
Como consequência morre o policial de nome Firmino.
Por pressão do pessoal do Partido Liberal houve uma trégua e o Juiz de Paz tenente-coronel Silvestre Xavier Guimarães marcou a data das eleições para o dia 21 de abril. Entretanto o Partido Conservador não abandonou as trincheiras. E perturbou o pessoal que dirigia a Mesa das Eleições.
O Partido Conservador estava pronto para fazer um saque na vila. Algumas casas adversárias liberais foram arrombadas e levaram tudo. Sabe-se que o Partido Conservador quer fazer um massacre, depois da retirada do povo, esperando-se grandes conflitos e talvez desgraças.
O capitão José Francisco Santiago, com a polícia a seu cargo, tem procedido muito bem e mantido a ordem quanto possível, não podendo mais fazer porque além do tumulto e conflagração projetadas, é certo que a “senha” é dada pelo próprio delegado Liberato de Novais Sampaio, pelo juiz municipal Emídio José de Carvalho e pelo adjunto Antônio Joaquim de Magalhães; tanto assim que desde que começou tudo, eles abandonaram a comunidade, passando-se para o lado oposto do rio".
     Concluindo, afirmam: "Confiaram eles a seus cabras e criminosos a sorte do partido comum".
      Os nomes dos vereadores que assinaram a carta acima são: João Batista Avelino – presidente, Hermenegildo de Souza Nogueira, Inocêncio da Costa Torres, Francisco Antônio Pereira Bastos, Praxedes Xavier da Rocha e José Francisco Guimarães.
 
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique-Chique", de Cassimiro Neto

78

Aconteceu em Xique-Xique (BA) no séc. XX: PODER CONSULTIVO


     No dia 03 de abril de 1928, através de Decreto, o Governador da Bahia Vital Henrique Batista Soares designou e nomeou os sete componentes do Conselho Municipal de Xique-Xique, para o que seria próximo quadriênio.
       Estes são os nomes dos Conselheiros xiquexiquenses que contribuíram na administração do imenso município de então: coronel Francisco Xavier Guimarães, coronel Francisco Dionísio dos Santos, coronel Lithercílio Baptista da Rocha, Sr. Luis Alves Bessa, coronel Manoel Antunes Bastos, coronel Manoel Teixeira de Carvalho e coronel Zoroastro Ferreira Lustosa, que foram  empossados no dia  10 de abril de 1928.
     Nessa data eles promoveram uma Sessão Especial para elegerem a mesa diretora do Conselho Municipal, sendo escolhidos os seguintes nomes: Presidente: Cel. Manoel Teixeira de Carvalho; 1º Secretário: Cel. Manoel Antunes Bastos e 2º Secretário: Cel. Francisco Xavier Guimarães.

319
 

Aconteceu em Xique-Xique (BA), no séc XXI: ESCOLA POLIVALENTE


A Escola Polivalente de Xique-Xique, construída pelo Governador do Estado da Bahia Dr. Antônio Carlos Magalhães, inaugurada no dia 13 de outubro de 1971 e resultante de um amplo projeto educacional de sua primeira gestão (1971-1973), ao completar  38 anos de existência  foi municipalizada no dia 30.10.2009,  pelo Governador da Bahia Dr. Jacques Wagner, passando a integrar o Sistema Municipal de Educação de Xique-Xique a partir do  ano seguinte, 2010.

Mensagem Bíblica: ROMANOS 8, 28

NÓS SABEMOS QUE TODAS AS COISAS CONCORREM PARA O BEM DAQUELES QUE AMAM A DEUS, DOS QUAIS SÃO CHAMADOS SEGUNDO SEU DESÍGNIO.
 
 
Santos do dia: Zenóbia, Lupércio, Geraldo de Potenza.

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

ONDE ENTRA A INSOLÊNCIA, ENTRA O DESPREZO,
MAS COM OS HUMILDES ESTÁ A SABEDORIA.

Baixio de Xique-Xique (BA): O PROJETO DE IRRIGAÇÃO.


Tomada d'água no Município de Xique-Xique (BA).

Informo aos seguidores e leitores deste Blog que a população da cidade de Xique-Xique (BA) não concorda com a denominação de "BAIXIO DE IRECÊ" dada ao Projeto de Irrigação que está sendo implantado no Município de Xique-Xique (BA), local onde estão situados o "BAIXIO A SER IRRIGADO" e a ÁGUA necessários à existência do referido Projeto de Irrigação. 

  Denomina-lo de "BAIXIO DE IRECÊ" é um grande equívoco e, acredito mesmo, que os habitantes da cidade de Irecê (BA) não devam sentir-se confortáveis com essa indevida denominação pois, sabem, mais que ninguém, que naquele Município não existe "baixio irrigável" e nem água para irrigação além de ficar a uma distância de mais de 100 km da margem do Rio São Francisco, local da tomada d'água e do canal principal, ambos no Município de Xique-Xique (BA), (fotos). 

Como acredito não serem eles os autores da equivocada denominação e sim que tenha partido de algum técnico que desconhece a realidade dos fatos, bem que os habitantes da cidade de Irecê poderiam ser parceiros dos Xiquexiquenses nesse pleito de mudança do nome do Projeto para "BAIXIO DE XIQUE-XIQUE", a não ser que queiram compactuar com essa usurpação


Canal Principal no Município de Xique-Xique (BA)

 

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Estaleiro de Xique-Xique BA: "RAFAELA)


A barca "Rafaela" está na fila aguardando o momento de trocar o casco velho e madeira por feito de chapas de aço.

Ruas da Xique-Xique (BA): RUA CUSTÓDIO MORAES





Esta rua, no centro comercial da cidade, homenageia o grande comerciante, agropecuarista e também político, Sr. Custódio B. Moraes, que nasceu em Xique-Xique no dia 15 de junho de 1914.
     No ano de 1932, quando se comemorou o centenário da cidade Custódio  Moraes foi, junto com o Pároco Monsenhor Costa, um dos que mais contribuiu na organização dos festejos.
No dia 28 de setembro de 1946, o Sr. Custódio Moraes assumiu a Prefeitura de Xique-Xique, e exerceu o mandato de Prefeito Municipal até o dia 21.12.1947.
Como vereador no período de 1948 a 1951, foi convidado pelo Prefeito Municipal Sr. Aurélio Gomes Miranda para proferir o discurso oficial de inauguração do Mercador Municipal São Francisco, no dia 25 de dezembro de 1950.
O Sr. Custódio B Moraes  reelegeu-se, ainda, para  vereador nas eleições de 1950, 1962 e 1970 – exercendo seus mandatos nas legislaturas 1951-1955, 1963-1967 e 1971-1973.
 Entre tantos empreendimentos culturais do Sr. Custódio B Moraes há de se destacar a criação do Cine Bonfim, com modernas instalações na Avenida José Joaquim Seabra.
    Custódio Moraes faleceu no dia 10.10.1991 e está sepultado no cemitério da cidade.


          

Parque Aquático de Xique-Xique BA: OS BANHISTAS



Banhistas em profusão animam o Parque Aquático nos finais de semana

Enchente de 1979 em Xique-Xique BA: MERCADO MUNICIPAL


Assim ficou o Mercado Municipal de Xique-Xique (BA), quando da cheia do Rio São Francisco no ano de 1979.
Devido à proximidade com o rio, a Praça do Mercado ficou totalmente alagada. Foi uma das maiores enchentes do Rio, somente superada pela de 1949.

Mensagem Bíblica: ROMANOS 8, 18

TENHO PARA MIM QUE OS SOFRIMENTOS DA VIDA PRESENTE NÃO TÊM COMPARAÇÃO ALGUMA COM A GLÓRIA FUTURA QUE SE MANIFESTARÁ EM NÓS.


Santos do dia: Narciso de Jerusalém, Abraão de Rostov, Colmano. 

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

BALANÇA FALSA É ABOMINAÇÃO PARA DEUS,
MAS O PESO JUSTO TEM O SEU FAVOR.

Foto aérea de Xique-Xique BA: AVENIDA J. J. SEABRA


A Av. J. Seabra  é referencial e divide ao meio a parte histórica de Xique-Xique BA.
Ao alto, canto superior esquerdo, a rotatória da rodovia BA.52, que liga a cidade à Salvador.

Foto Édson Nogueira

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Foto Interessante em Xique-Xique BA: FESTA DO DIVINO


    Essa cavalgada pelas ruas da cidade no dia da festa do Divino (Pentecostes), é uma grande novidade, pelo menos para mim.
    Mas, tudo muda e qté que fica muito bonito.

Foto do Rio São Francisco: AGUADEIRAS


Antes da chegada da água tratada nas torneiras  de Xique-Xique (BA), as residências eram abastecidas de água pelas muitas mulheres que se dedicavam a esse ofício carregando água em latas sobre as cabeças.

Prédio Residencial: CASA DA PROFA. HONEZINDA TEIXEIRA DA ROCHA


     Nessa casa, situada na Av. J. Seabra, quase em frente à "Escola César Zama", residiu a Profa. Honezinda Teixeira da Rocha, nascida no dia 19.05.1902, em Xique-Xique (BA).
   Foi aluna do Instituto Central de Educação Isaías Alves (ICEIA), em Salvador, onde se formou em Professora no ano de 1932.
    Quando da inauguração  das "Escolas Reunidas César Zama", no ano de 1937, foi uma das convidadas para ali ser professora, onde por muitos anos exerceu o magistério
   A Profa. Honesinda faleceu no dia 18.07.1999, aos 97 anos de idade em Xique-Xique e está sepultada no cemitério da cidade. 
 

Foto Denúncia: FAVELIZAÇÃO EM XIQUE-XIQUE (BA)


       No que pese as alertas deste Blog, a favela está crescendo no espaço que fica entre o cais e a margem do Rio São Francisco,  no entorno do Mercado do Peixe, na cidade de Xique-Xique (BA).
        É grande a sujeira que está sendo produzida e acumulada nesse local sem se falar na grande poluição do rio onde estão sendo lançados os excrementos humanos.
         A nossa atual Gestão Municipal, a exemplo das anteriores continua omissa sobre esse grande crime ecológico que está sendo perpetrado contra o nosso Rio São Francisco.
         E, o pior é que o representante local do Ministério Público da Bahia, que é pago, entre outras coisas, para zelar pelo meio ambiente e pela saúde pública, continua se fazendo de morto.
 

Mensagem Bíblica: EFÉSIOS 2,19

ASSIM JÁ NÃO SOIS ESTRANGEIROS E HÓSPEDES. MAS CONCIDADÃOS DOS SANTOS E MEMBROS DA FAMÍLIA DE DEUS.


Santos do dia: Judas Tadeu, Simão Cananeu, Faro

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

OS LÁBIOS DO JUSTO CONHECEM O FAVOR,
MAS A BOCA DOS ÍMPIOS, A PERVERSIDADE.

domingo, 27 de outubro de 2013

Barcas do Rio São Francisco: TRANSPORTE DE GENTE.


Com a extinção dos vapores o transporte pelo Rio São Francisco, passou a ser a barca a motor.
Além do transporte de mercadorias, com meia carga, a barca se presta, ainda, para transportar passageiros por entre as muitas ilhas do município.

Cantinho da Seresta: CABEÇA INCHADA

 


Evangelho Dominical: O FARISEU E O PUBLICANO

                           Lucas 18:9-14

9 A alguns que confiavam em sua própria justiça e desprezavam os outros, Jesus contou esta parábola:

10 "Dois homens subiram ao templo para orar; um era fariseu e o outro, publicano.

11 O fariseu, em pé, orava no íntimo: 'Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros homens: ladrões, corruptos, adúlteros; nem mesmo como este publicano.
12 Jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho'.
13 "Mas o publicano ficou a distância. Ele nem ousava olhar para o céu, mas batendo no peito, dizia: 'Deus, tem misericórdia de mim, que sou pecador'.
14 "Eu digo que este homem, e não o outro, foi para casa justificado diante de Deus. Pois quem se exalta será humilhado, e quem se humilha será exaltado".

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

A BOCA DO JUSTO EXPRIME A SABEDORIA,
MAS A LÍNGUA ENGANOSA SERÁ CORTADA.

Foto Antiga de Xique-Xique BA: RODOVIA BA.52


Esta foto registra o importante dia 12,11,1974, ou seja o dia   da inauguração asfáltica da rodovia BA.52 que liga Xique-Xique BA à Feira de Santana BA.
O local da movimentação é o lado norte da Praça D. Máximo.

sábado, 26 de outubro de 2013

Pôr do Sol em Xique-Xique (BA): O LAGO IPUEIRA



À tardinha, inúmeros barcos chegam ao porto fluvial de Xique-Xique (BA), onde passam a noite.
O pôr do Sol é um caso a parte.

Mensagem Bíblica: ROMANOS 8, 5

OS QUE VIVEM SEGUNDO A CARNE GOSTAM DO QUE É CARNAL. OS QUE VIVEM SEGUNDO O ESPÍRITO APRECIAM O QUE É ESPIRITUAL.
 
Santos do dia: Flório/ Boaventura de Potenza/ Damião de Finaro.

Vapores que navegavam no Rio São Francisco: NÃO IDENTIFICADO

Este é um dos grandes vapores que navegavam pelo Rio São Francisco. Infelizmente não foi possível identificar o nome.

Lago Ipueira: UM "DEDO" DE CONVERSA



PAQUETES, são pequenas embarcações individuais  utilizados pelos ribeirinhos para seu próprio transporte e de suas mercadorias.
E comum "paqueteiros" darem uma pequena parada na margem do Lago para um bom bate papo ou trocarem alguma mercadoria.

Jornal de Xique-Xique (BA) - "A LUZ" Nº 20º


 
"A LUZ",  edição nº 20, de 17 de julho de 1932, estampa em sua principal chamada da primeira página o título: "A FESTA DE 6 DE JULHO", que trata da comemoração do centenário de Xique-Xique, como cidade.
O texto é o seguinte
"Celebrou-se no dia 06 de julho a glória de nossa história – O CENTENÁRIO DE NOSSA EMANCIPAÇÃO POLÍTICA.
Por isso o Chique-Chique esteve em festa!
Não podia deixar de ser cantada a glória da história do nosso povo, porque não somos um povo sem nome, não somos despersonalizado, temos a nossa história, ‘um povo sem história é um povo anônimo, é como o indivíduo que perdeu as lembranças de sua vida, é um despersonalizado'.
O Decreto 06 de julho de 1832 foi o prefácio da narração autêntica dos fatos de nossa vida.
Chique-Chique, quer que, na vida de sua história, esforços inteligentes e probos levem aos seus sertões as realidades d’uma ação progressiva de bem-estar físico e de material conforto; Chique-Chique quer que olhos vigilantes o protejam e braços fortes o empurrem para um venturoso porvir.
A bandeira augusta de nossa liberdade drapejou, durante todo dia em nossas frontes, nos garantindo um venturoso futuro foi saudada por muitos oradores que sabiamente salmodiaram as glórias do nosso povo.
Toda festa foi o resumo admirável da grandeza de um povo que soube ser magnânimo nas glórias do passado e sabe ser heroico nas histórias do presente".
     Nesta primeira página há, ainda, uma notícia nacional com o título "Agravada a Situação do País".
     O jornal "A LUZ" publica a informação do início da "Revolução Constitucionalista de 1932" que eclodiu em São Paulo contra o governo de Getúlio Vargas.
     Um pequeno trecho da matéria afirma que "Rebentou na madrugada de domingo, em São Paulo, um movimento revolucionário com idéias de separatismos.
     Outro assunto é "Castro Alves – Morte do Poeta e Algumas Passagens da sua Vida" , de autoria de Alcion.

     A página dois traz os anúncios do comércio xiquexiquense.

     A página três começa com um artigo, de 08.07.1932, escrito por alguém que habitualmente subscreve-se com o epíteto Príncipe Negro. O título "Meditando", no qual o autor comenta a festa do centenário de emancipação política do município de Xique-Xique. Alguém que assina com o nome de Didi Vera, escreve sobre o tema "Cultura Física e Educação Cívica".

     Um assunto importante na página quatro, traz o título "Tarde Esportiva" com um pequeno texto sobre o jogo de futebol entre os times do "Botafogo" e "Ipiranga", que fez parte da programação especial das comemorações do centenário da emancipação política de Xique-Xique, no último dia 6 de julho. O resultado da partida foi: BOTAFOGO  2  x   IPIRANGA 1
Em seguida, com o título "Agradecendo", dom Adalberto Sobral, bispo Diocesano de Barra, através do Monsenhor Costa, agradece a todos que se preocuparam com seu estado físico. O Bispo esteve em tratamento de saúde por um tempo razoável, em Salvador. No momento em que este jornal estiver circulando o bispo de Barra se encontrará convalescendo e descansando na cidade de Aracaju, capital do estado de Sergipe.
Outro assunto desta página é uma poesia com o título "Canção Heróica", dedicada ao União Futebol Clube. O autor foi alguém que assinou com o pseudônimo Menino da Mata.

No final da página há o registro do aniversário, transcorrido no dia 05 de julho, do Sr.  Tiburtino Gomes Barreto.

Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique-Chique", de Cassimiro Neto  
379

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

O JUSTO JAMAIS VACILARÁ,
MAS OS ÍMPIOS NÃO HABITARÃO A TERRA.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

História de Xique-Xique (BA): 1663 - ANTÔNIO GUEDES DE BRITO - " FAZENDA PEDRAS"

     O Sr. Antônio Guedes de Brito nasceu no ano de 1627 na cidade do Salvador (BA), filho do Sr. Antônio de Brito Correia e de D. Maria Guedes de Brito.
     Foi um dos grandes sertanistas do século XVII,  tendo em 1650 sido  chamado de “grande sertanejo e guerreador do índio hostil”, ganhando o direito de ser “mestre de campo e regente do São Francisco”.
     No ano de 1681 tornou-se coronel e, posteriormente, juiz do senado da Bahia.
     Por  herança  e por compras tornou-se proprietário  de 111 léguas de terras, além da metade de Mata de São João as quais com as doações do governo  da Bahia, iam do  Rio Itapicuru ao Rio São Francisco e deste até o Rio Paraguaçu.
     Na propriedade situada no Município de Mata de São João (BA), instalou a sede  dos seus negócios, com o brasão de Barão da Casa da Ponte,  construiu a casa sede e residências para colonos  e implantou canaviais, engenhos e usinas de açúcar, fazendas e currais de gado.
     A metrópole portuguesa fez-lhe  em reconhecimento pelos relevantes serviços prestado a Bahia e ao Brasil, doação da margem direita do Rio São Francisco, estendendo e abrangendo uma área de centenas de léguas quadradas, desde a altura da Chapada Diamantina, incluindo Morro do chapéu, chegando até o atual estado de Minas Gerais, na altura do Rio das Velhas.
      O Barão da Casa da Ponte tomou posse de todas as suas propriedades, instalando fazendas de gados diversos e currais em dezenas de localidades da margem direita do Rio São Francisco e da Chapada Diamantina, como sinal de sua presença física e posse do milionário patrimônio – sendo o segundo latifúndio da colônia do Brasil, tendo falecido no ano de 1694, na fazenda de Morro do Chapeu BA.
     Após a morte de Antônio Guedes de Brito, a sua filha Isabel Guedes de Brito nomeou o sertanista Manoel Nunes Viana, dando-lhe todo poder para administrar o milionário patrimônio rural da família.
    Toda propriedade urbana e rural em toda a extensão da margem direita do Rio São Francisco, incluída nos limites do atual estado da Bahia teve origem e escritura pública no imenso latifúndio de Antônio Guedes de Brito – Barão da Casa da Ponte, incluindo aí as fazendas Praia, Saco dos Bois, Tiririca, Várzea Grande, Marrecas, Riacho Grande, São Domingos, Canabrava do Gonçalo, Olho d’Água do Gonçalo, Riacho de Areia, Lagoa de Canabrava, São Gabriel, Fazendinha, Carnaúba, Riacho Largo, Roça de Dentro, Matinha, Maxixe, Gavião Forquilha, Vacaria e uma infinidade de outras propriedades mais que seculares.
     No município de Xique-Xique (BA)  Antônio Guedes de Brito situou em 1663 a Fazenda Pedras, onde ramificou descendentes do Barão da Casa da Ponte até meados do século XX.

     No livro de autoria de Massimo Ricardo Benedictis, A Bahia de Hoje, volume II, página 34, está escrito, referindo-se a origem da propriedade histórica do espaço onde se localiza o município de Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique-Chique: “Em 1663, o então Rei de Portugal doou ao Conde da Casa da Ponte a área de terras onde depois seria criado o município (de Xique-Xique BA)”.
 
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique-Chique", de Cassimiro Neto.

 

 

 

 

 

Esporte em Xique-Xique (BA): Time de futebol de 1922


 

       Nos idos de 1922, a cidade de Xique-Xique (BA), tão distante de Salvador, isolada, sem estrada, sem transporte regular, sem intercâmbio comercial já possuía os seus times de futebol, organizados e praticados por  um grupo de jovens entusiasmado por esse esporte.
     Entre esses jovens destacava-se João Batista Avelino, conhecido na turma como "Janjão" que com apenas 19 anos já possuía o seu próprio time na cidade. (na foto o nº 7).
      O time de futebol, conforme demonstrado na foto, era composto pelos seguintes jovens xiquexiquenses: Antônio Bastos (1), Né (2), Messias (3), Saul (4), Acrísio (5), Gustavinho (6), Janjão (7), Chico Farias (8), Lameu (9), P. Wid (10) e Magalhães (11).

 

Mensagem Bíblica: ROMANOS 7, 19

NÃO FAÇO O BEM QUE QUERO E SIM O MAL QUE NÃO QUERO.
 
Santos do dia: ANTÔNIO DE SANT'ANA GALVÃO (FREI GALVÃO)/ Baltazar de Chiavari/ Crispim/ Crispiniano.

Gestores do Município de Xique-Xique (BA) : 3º Camara Municipal


Composição da Câmara Municipal de Xique-Xique (BA), no ano de 1840

      A Câmara Municipal de  Xique-Xique (BA), no ano de 1840, apresentava a seguinte composição: Sr. José Antônio Magalhães Barreto – presidente, Sr. José de Sá e Lira, Sr. José Rufino de Magalhães, Sr. José Avelino do Nascimento e Sr. Francisco Netto Martins.
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique-Chique", de Cassimiro Neto
 
59

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

O CAMINHO DE DEUS É REFÚGIO PARA O ÍNTEGRO,
E É TERROR PARA OS MALFEITORES.

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Mensagem Bíblica: ROMANOS 6, 23

POIS O SALÁRIO DO PECADO É A MORTE, ENQUANTO A GRAÇA DE DEUS É A VIDA ETERNA EM JESUS CRISTO, NOSSO SENHOR.

Santos do dia: Antônio Maria Claret/ Evergílio/ Marglório.

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

A ESPERANÇA DOS JUSTOS É ALEGRIA,
O ANSEIO DOS ÍMPIOS FRACASSA.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Mensagem Bíblica: ROMANOS 5, 20b

MAS, ONDE O PECADO SE MULTIPLICOU, MAIS ABUNDANTE TORNOU-SE A GRAÇA.

Mensagem Bíblica: ROMANOS 6, 14

O PECADO JÁ  NÃO VOS DOMINARÁ, PORQUE AGORA NÃO ESTAIS SOB O REGIME DA LEI E SIM SOB O REGIME DA GRAÇA.

Arte Sacra na Bahia: CUSTÓDIA


Custódia de século XIX em prata dourada fundida, cinzelada e recortada. Símbolos religiosos, pedrarias e motivos fitomorfos ornamentam-na profundamente. (Alt. 60 cm).
Pertence ao Museu da Catedral Basílica de Salvador (BA).
Fonte: "Bahia: Tesouros da Fé.
Foto: Sérgio Benutti.

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

O TEMOR DE IAHWEH PROLONGA OS DIAS,
OS ANOS DOS ÍMPIOS SERÃO ABREVIADOS.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Foto Denúncia: Mercado do Peixe em Xique-Xique BA

Bancas sujas suportam peixes frescos

O esgoto ao ar livre circunda o Mercado do Peixe
A forma como o pescado fresco é vendido em Xique-Xique BA é um atentado à saúde pública da população. As bancas onde o peixe é exposto são sujas e o esgoto, a céu aberto, circunda todo o Mercado.
Nem o Prefeito atual e nem os Prefeitos que o antecederam se preocuparam com essa grave ameaça à população.
Mas, o que mais preocupa é a omissão do nosso brioso Ministério Público Estadual, cujo representante local faz de conta que nada está acontecendo.

Xiquexiquense Ilustre: FRANCISCO RODRIGUES SOARES


     O Sr. FRANCISCO RODRIGUES SOARES nasceu no dia 22 de outubro de 1920,  na Fazenda Santo Antônio, distrito de Ibiraba, município de Barra (BA), filho do Sr. Antônio Rodrigues Soares e de D. Maria da Assunção Rodrigues Soares.
     Ainda na adolescência  mudou-se  para Xique-Xique, mas devido à necessidade de trabalhar  não teve oportunidade de estudar. 
      Exerceu, durante mais de 10 anos a profissão de  balconista na casa comercial do coronel Hermenegildo de Souza Nogueira, conhecido como "Seu Bibi Nogueira", de quem herdou o apelido de  "Chiquinho de Bibi".
      Além de comerciário,  o Sr. Francisco Soares exerceu, também as atividades de caminhoneiro, agropecuarista e comerciante, atividade que exerce até os dias de hoje.
     Exerceu, ainda, a função de Secretário Municipal na administração do Prefeito de Xique-Xique, José Brbosa e Silva de abril de 1967 a janeiro de 1969.
      No dia 13.12.1951 casou-se, na Igreja do Senhor do Bonfim, com a Sra. Marilúzia Morais Soares, em cerimônia presidida pelo Padre José de Oliveira Bastos, "Padre Bastos" e, da união o casal  teve três filhos: Luzia Maria Soares, Antônio Henrique Morais Soares e Gilvanete Pereira de Morais Soares.     

OBS.: Hoje o Sr. Francisco Rodrigues Soares está completando 93 anos de idade, em perfeita forma e gozando saúde. Muitos anos de vida é o que desejamos para esse valente xiquexiquense.  

 

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

VINAGRE NOS DENTES, FUMAÇA NOS OLHOS,
TAL É O PREGUIÇOSO PARA QUEM O ENVIA.

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

QUANDO VEM A TORMENTA, DESAPARECE  O ÍMPIO!
MAS O JUSTO ESTÁ FIRME PARA SEMPRE.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Mensagem Bíblica: ROMANOS 4,20

DIANTE DA PROMESSA DE DEUS (ABRAÃO) NÃO FRQUEJOU, NEM DEIXOU-SE LEVAR PELO INCREDULIDADE, MAS AO CONTRÁRIO, FORTALECIDO PELA FÉ, DEU GÕRIA A DEUS.

Prédio Residencial em Xique-Xique BA: RESIDÊNCIA DO SR. JOÃO BATISTA AVELINO.


Residência do Sr. João Batista Avelino (Janjão)
 
      O Sr. João Batista Avelino nasceu em Xique-Xique no dia 27 de março de 1903 e era filho do Coronel Agrário de Magalhães Avelino e de D.  Francisca Olinda de Magalhães Avelino. 
    Embora tenha tido uma pequena experiência na área pública, quando exerceu a função de Secretário Municipal na Administração Adão Moreira Bastos (1946), Janjão’, como a família e os amigos o chamavam, foi, na verdade, agricultor, fazendeiro e, principalmente, grande comerciante.
      O Sr. João Batista Avelino, ou simplesmente ‘Janjão’, faleceu no dia 22 de abril de 1989, em Xique-Xique, estando sepultado no cemitério central da cidade.

Ruas da cidade de Xique-Xique (BA): PRAÇA D. MÁXIMO


Pr. D. Máximo no início da década de 1950
A Praça Dom Máximo existe desde o início da fundação de  Xique-Xique tendo sido o  primeiro espaço público da cidade. O nome de Praça
Dom Máximo foi outorgado por decreto de 06 de julho de 1932 pelo Prefeito Municipal coronel José de Souza Nogueira (1930-1934), em homenagem a um sacerdote xiquexiquense que se tornou bispo em uma cidade do Maranhão.
Pr. D. Máximo, na cheia de 1949.
Mas, até o ano de 1955, era uma grande praça em nenhuma melhoria, totalmente sem pavimentação.
     Logo que assumiu a Prefeitura de Xique-Xique o Sr. João Rodrigues Soares (1951/1955) - 2º Prefeito eleito -  mandou sua equipe de trabalho elaborar um projeto de urbanização da Praça Dom Máximo que se encontrava abandonada, invadida por animais domésticos que ali tranquilamente pastavam.
    Concluído o projeto   foi encaminhado à Câmara Municipal, recebendo o nome de Decreto nº 05 em 03 de julho de 1953, que, aprovado permitiu ao prefeito João Rodrigues Soares a execução de um jardim na Praça D. Máximo para que a população ali pudesse desfrutar do local.
Pr. D. Máximo ajardinada - 1955
A partir da inauguração das benfeitorias da Praça Dom Máximo, a população da cidade de Xique-Xique e os visitantes gastavam as horas de ócio desfrutando a beleza e o aconchego que desejavam, encontrando-se para jogar conversa fora, namorar e saber as novidades. 
      A Praça D. Máximo é o centro histórico da cidade e por isso, semanalmente, o Blog Juarez Morais Chaves estará   divulgado fotos dessa bela Praça.  

Pr. D. Máximo nos anos 1990
 

Vista aérea da Pr. D. Máximo


Pr. D. Máximo - Casario do lado norte.

 
 

Ruas de Xique-Xique (BA): AVENIDA J.J. SEABRA.

 

A Avenida J. Seabra, é a principal de Xique-Xique (BA) e, como um eixo, corta a cidade ao meio, no sentido oeste/leste.
       Essa Avenida é uma homenagem ao Governador da Bahia, período de 1912/1916, Dr. José Joaquim Seabra e, também, em agradecimento por esse Governador haver, no ano de 1915, restaurado a Comarca de Xique-Xique, que, criada no ano de 1857, fora extinta no ano de 1892, pelo então Governador da Bahia, Sr. Joaquim Manoel Rodrigues Lima (1892/1896), tendo, de imediato,  nomeado um Juiz de Direito para a Comarca recém restaurada.
          Em função destas medidas tomadas pelo Governador  Seabra,  o então Intendente Municipal coronel Francisco Xavier Guimarães assinou um ato,  dando ao principal logradouro público da cidade o nome de Avenida Doutor J. J. Seabra.
       Assim, historicamente nasceu a famosa Avenida Doutor J. J. Seabra.
      A partir desta data  o Blog de Juarez Morais Chaves estará divulgado, semanalmente, fotos desse belo logradouro xiquexiquense.
Vista da Avenida a partir do sentido Oeste-Leste
 
Avenida à noite, vista a partir do sentido Leste-Oeste.

Enchente de 1979 em Xique-Xique BA: PRAÇA D. MÁXIMO


A foto registra o alagamento da Praça D. Máximo, na confluência com a Rua Mons. Costa.
A cheia do Rio São Francisco no ano de 1979 foi uma das maiores enfrentadas pela cidade que sofreu o alagamento de muitas ruas comerciais e residenciais.
Foto Afonso

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

AO ÍMPIO ACONTECE O QUE TEME,
MAS AO JUSTO É DADO O QUE DESEJA.

domingo, 20 de outubro de 2013

Foto Interessante de Xique-Xique BA: AS TAPIOQUEIRAS.



Apesar de o Mercado Municipal já estar recuperado as nossas tapioqueiras ainda continuam vendendo  seus produtos no chão e no meio da feira livre sem nenhuma higiene.
A saúde pública em Xique-Xique continua a cada dia pior.

Evangelho Dominical: O JUIZ INÍQUO E A VIÚVA INOPORTUNA

                 Lucas 18:1-8

1 Então Jesus contou aos seus discípulos uma parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar.
2 Ele disse: "Em certa cidade havia um juiz que não temia a Deus nem se importava com os homens.
3 E havia naquela cidade uma viúva que se dirigia continuamente a ele, suplicando-lhe: 'Faze-me justiça contra o meu adversário'.
4 "Por algum tempo ele se recusou. Mas finalmente disse a si mesmo: 'Embora eu não tema a Deus e nem me importe com os homens,
5 esta viúva está me aborrecendo; vou fazer-lhe justiça para que ela não venha mais me importunar' ".
6 E o Senhor continuou: "Ouçam o que diz o juiz injusto.
7 Acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite? Continuará fazendo-os esperar?
8 Eu digo a vocês: Ele lhes fará justiça e depressa. Contudo, quando o Filho do homem vier, encontrará fé na terra?"

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

É UM JOGO PARA O INSENSATO ENTREGAR-SE AO CRIME,
E PARA O INTELIGENTE, CULTIVAR A SABEDORIA.

sábado, 19 de outubro de 2013

Parque Aquático de Xique-Xique BA: PISCINAS E BRINQUEDOS


A diversidade de piscinas e brinquedos fazem a alegria das crianças e dos jovens.
Ao longe o toboagua fica a espera dos corajosos.

Ruas de Xique-Xique (BA): RUA BELO HORIZONTE



     A Rua Belo Horizonte é uma pequena rua, perpendicular ao Rio São Francisco, que começa no cais e termina na Praça D. Máximo e fica situada entre a Praça Getúlio Vargas e a Rua José de Souza Nogueira.
     A primeira foto, mais antiga, registra a existência da residência do Sr. Ascendido Santiago, situada na confluência da rua Belo Horizonte com a Praça D. Máximo, demolida e transformada num posto de gasolina.
     Nessa rua, durante muitos anos o comerciante, fazendeiro e político Sr. Custódio B. Moraes praticou a atividade comercial nos imóveis que, à esquerda da foto de baixo, estão pintados de azul e vermelho. 
     À direita dessa mesma foto, em frente ao prédio pintado de azul, durante muitos anos o Sr. Joaquim Bartolomeu de Souza, uma das grande culturas autodidata de Xique-Xique, exerceu o ofício de barbeiro/cabeleireiro e hoje, está contemplado com o seu nome  como patrono da Escola Municipal Joaquim Bartolomeu de Souza, situada na Rua João Guimarães, bairro São Francisco. 

Mensagem Bíblica: LUCAS 12,9

QUEM ME NEGAR DIANTE DOS OUTROS SERÁ NEGADO DIANTE DOS ANJOS DE DEUS.

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

É A BÊNÇÃO DE IAHWEH QUE ENRIQUECE,
E NADA AJUNTA A FADIGA.

Foto denúncia: FAVELIZAÇÃO EM XIQUE-XIQUE (BA)


      No que pese a grande mobilização mundial  pelo meio ambiente e pela qualidade de vida, os políticos e administradores de Xique-Xique (BA), tanto os atuais como os anteriores, não se preocuparam e nem se preocupam pelo crime que está acontecendo no espaço que fica entre o cais e a margem do Rio São Francisco: A FORMAÇÃO DE UMA GRANDE FAVELA  TRAZENDO JUNTO TODOS OS MALEFÍCIOS À NATUREZA E AO RIO SÃO FRANCISCO.
      A nossa Constituição Federal - que neste ano completa 25 anos - determina, no inciso III do art. 129 que o Ministério Público tem como função:
               "Promover o inquérito civil e a ação civil pública, para proteção do patrimônio público social, do meio ambiente e de outros interesses difusos e coletivos".
      Parece que o representante local do brioso Ministério Público da Bahia ainda não  entendeu que jogar no Rio São Francisco dejetos humanos provenientes da favela que ali  está formando É UM ATENTADO AO MEIO AMBIENTE.
      Também, a Saúde Pública dos xiquexiquenses que está seriamente ameaçada    pelos dejetos lançados no rio, representa UM INTERESSE COLETIVO da população que deve ser protegido por aquela importante Instituição.
        VAMOS TORCER PARA O DESPERTAR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA BAHIA.
 

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Gestores do Município de Xique-Xique (BA): SEGUNDA CÂMARA MUNICIPAL - 1836

       Este Blog estará, semanalmente, divulgando as administrações municipais de Xique-Xique (BA), desde  a instalação da primeira Câmara Municipal acontecida no ano de 1834.
      No dia  16 de novembro de 1836 aconteceu nova  eleição para escolha dos sete vereadores que comporiam a 2ª Câmara Municipal de Xique-Xique, para a qual foram eleitos os seguintes cidadãos:: Sr. Clemente Britoaldo de Magalhães – 132 votos; Sr. João Xavier da Costa – 123 votos; Sr. Antônio Joaquim de Novais Sampaio – 122 votos; capitão-mor Álvaro Antônio de Campos – 110 votos; Sr. Ernesto Augusto da Rocha Medrado – 92 votos; Sr. José Rufino de Magalhães – 90 votos e Manoel Netto Martins – 74 votos.
.      De acordo com a legislação o vereador que fosse escolhido pelos pares para a presidência da mesa diretora da Câmara Municipal exerceria a função de executivo municipal.
       Como a   Câmara Municipal escolheu o vereador Sr.Clemente Britoaldo de Magalhães para presidente, da mesa este  comandou o  Executivo Municipal juntamente com seus colegas e com o apoio da maioria deles.
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique", de Cassimiro Neto 
59

Mensagem Bíblica: LUCAS 10,5

EM QUALQUER CASA ONDE ENTRARDES, DIZEI PRIMEIRO: "A PAZ ESTEJA NESTA CASA".

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

OS LÁBIOS DO JUSTO APASCENTAM A MUITOS
OS ESTULTOS MORREM POR FALTA DE JUÍZO.

Foto aérea de Xique-Xique (BA): NOVOS BAIRROS



Muitos bairros estão sendo criados em Xique-Xique (BA), principalmente ao longo da rodovia BA-52, para Salvador.
Ao fundo, ao grande Ilha do Gado Bravo, que fica em frente à cidade.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Aconteceu em Xique-Xique (BA) no século XXI: RESTAURAÇÃO DA PRAÇA JOÃO FERREIRA FILHO


A Praça João Ferreira filho, situada na zona sul da cidade,  homenagem ao ex prefeito municipal conhecido como JOÃO DURÃES que exerceu o mandato de 1º.02.1973 a 1º.02.1977, foi totalmente restaurada pelo poder público e entregue à população no dia 31.10.2009. 
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique-Chique" de Cassimiro  Neto
                 
 
1059

Aconteceu em Xique-Xique BA, no século XX: CRIAÇÃO DO DISTRITO DE CANABRAVA DO GONÇALO

Cel. Manoel Teixeira de Carvalho
No dia 25 de junho de 1928, devidamente aprovado pelo Conselho Municipal de Xique-Xique (BA), o Intendente Municipal coronel Manoel Teixeira de Carvalho, mandato de  06.10.1924 a 10.04.1928,    sancionou e transformou o projeto na Lei Municipal nº 20, transformando a  centenária "Fazenda Canabrava do Gonçalo", fundada por Venceslau Pereira Machado, em 1826, em mais um distrito do município de Xique-Xique (BA), com direito a cartório e tabelionato, podendo registrar nascimentos, óbitos, fazer casamentos civis, reconhecer firmas, lavrar escrituras urbanas e rurais, enfim, desfrutar todas as regalias asseguradas pela Constituição Federal, Estadual e pela Lei Orgânica dos Municípios da Bahia.
     Esse ato do Intendente coronel Manoel Teixeira de Carvalho foi homologado pelo Governador da Bahia Dr. Vital Henrique Batista Soares, pela  Lei Estadual nº 2204, de 08 de agosto de 1929.
 
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique-Chique", de Cassimiro Neto
 
318

Mensagem Bíblica: ROMANOS 3, 21

MAS AGORA, SEM A  LEI, MANIFESTOU-SE A JUSTIÇA DE DEUS, ATESTADA PELA LEI E PELOS PROFETAS.

Aconteceu em Xique-Xique no século XIX: UMA CADEIRA DE LATIM


     No dia 14 de abril de 1848 a Câmara Municipal de  Xique-Xique dirigiu correspondência ao Presidente da Província da Bahia Dr. João José de Moura Magalhães  solicitando a criação e o funcionamento de uma "Cadeira de Latim" na comunidade.

Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique-Chique" de Cassimiro Neto 
      
77

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

A BOCA DO JUSTO É PRATA ESCOLHIDA,
O CORAÇÃO DOS ÍMPIOS VALE POUCO.

Estaleiro de Xique-Xique BA: CANTEIRO DE OBRAS



Este é o local em Xique-Xique BA, onde são fabricados os novos barcos com cascos de aço que atualmente navegam no Rio São Francisco.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Barcas que navegam no Rio São Francisco: TAMANHOS VARIADOS.



Três barcas de tamanhos variados, estão ancoradas lado a lado  no excelente porto fluvial de Xique-Xique BA.
À  esquerda, uma grande barca utilizada para o transporte de gado.
Á sua direita, a tradicional barca "Arca da Aliança" e entre as duas o pequenino paquete "Titanic".

Pôr do Sol em Xique-Xique (BA): LAGO IPUEIRA



Vista do pôr do Sol em Xique-Xique (BA) a partir do Mercado do Peixe.

Lago Ipueira de Xique-Xique BA: PORTO FLUVIAL


O Lago Ipueira, formado pelo Rio São Francisco e que banha a cidade de Xique-Xique BA,  detém um dos melhores portos fluviais do Vale do São Francisco.
Diariamente fica lotado de grandes barcas que ali ancoram para entrega e recebimento de mercadorias bem como transporte de pessoas já que são os únicos meios de transporte para os moradores das dezenas de ilhas que existem no Município de Xique-Xique (BA).

Mensagem Bíblica: ROMANOS 2,11

POIS DEUS NÃO FAZ DISTINÇÃO DE PESSOAS.

COLEÇÃO SALOMÔNICA DE PROVÉRBIOS

NAS MUITAS PALAVRAS NÃO FALTA OFENSA,
QUEM RETÉM OS LÁBIOS É PRUDENTE.