quarta-feira, 31 de julho de 2013

Lago Ipueira em Xique-Xique BA: O TRANSPORTE

As barcas que navegam e ancoram no Lago Ipueira são os únicos meios de transportes para os ilhéus que habitam nas inúmeras ilhas que existem no Rio São Francisco, Município de Xique-Xique BA. Transportam tudo.

Pôr do sol em Xique-Xique BA: LAGO IPUEIRA


Diariamente, em Xique-Xique BA, o Sol dá esse espetáculo, quando se esconde, ao anoitecer, por detrás da Ilha do Gado Bravo.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Parque Aquático de Xique-Xique BA: DIA DE DOMINGO


É assim que fica o Parque Aquático de Xique-Xique (BA), nos finais de semana. 
Muitos vêm de Municípios vizinhos para o lazer semanal junto com os filhos.

sábado, 27 de julho de 2013

Foto antiga de Xique-Xique BA: FEIRA LIVRE


Esta é uma foto da década de 1950. Naquela época a feira livre era realizada na Rua Barão do Rio Branco  no trecho compreendido entre a Praça Getúlio Vargas e a Rua Belo Horizonte.
Devido a precariedade da atual rodovia BA.52, muitos feirantes traziam suas mercadorias em lombos de burros, cujas cangalhas ficavam espalhadas na feira e os animais descansando e pastando nas roças que cercavam a cidade.

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Foto Denúncia: MERCADO DO PEIXE EM XIQUE-XIQUE (BA).

Morada de gatos

Gatos e cães disputas vísceras

        Mesmo com  nova administração municipal, a partir do ano de 2013, o nosso "Mercado do Peixe" continua abandonado e transformou-se num verdadeiro atentado à saúde pública da cidade.
        O nosso brioso Ministério Público, curiosamente, mantem-se omisso como se isso não fosse da sua competência e responsabilidade.
      Gatos e cães ali fizeram moradia certos de que, diariamente, terão para  fácil sobrevivência as vísceras dos peixes que lhe são lançadas pelos vendedores.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Estaleiro de Xique-Xique BA: CASCOS DE AÇO


É intenso o trabalho no estaleiro de Xique-Xique na construção de barcas com casco de aço. Parece que todos os barqueiros, de uma hora para outra, estão querendo introduzir a novidade nas suas embarcações.

Foto Interessante: O SURUBIM


Belo exemplar de Surubim pescado nas águas do Lago Ipueira, formado pelo Rio São Francisco e que banha a cidade de Xique-Xique BA.

Enchente de 1979 em Xique-Xique BA: PRAÇA DO MERCADO


A grande cheia do Rio São Francisco no ano de 1979, inundou grande parte da cidade de Xique-Xique BA e foi uma das maiores que ali aconteceram.
A foto mostra o Mercado Municipal cercado por grandes barcas que ali ancoravam para descarregar mercadorias.
Foto Afonso

Aconteceu em Xique-Xique (BA), no Século XXI: CÂMARA MUNICIPAL


     Desde a legislatura 1977-1983 até a legislatura 1997-2001 a Câmara Municipal de Xique-Xique (BA) oferecia treze cadeiras para os representantes do povo xiquexiquense.
    A partir da legislatura 2005-2009 a Câmara Municipal  perdeu quatro cadeiras, de acordo com decisão do Tribunal Superior Eleitoral – TSE.
    Assim, na legislatura 2005-2009 as nove cadeiras da Câmara Municipal de Xique-Xique foram ocupadas pelos seguintes vereadores: Edson Cosmo da Silva, Eliecy Félix Tarrão, Esermílson Rocha, Francisco Machado da Silva, José Pessoa de Carvalho, Laura da Silva Santos, Marcos Henrique Magalhães Teixeira, Marivaldo Figueiredo Santos e Valmir Magalhães.
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique" de Cassimiro Machado Neto
1049

Aconteceu em Xique-Xique (BA(), no Século XX: PROJETO DE FERROVIA


      No programa de obras do governador da Bahia Dr. Francisco Marques de Góes Calmon (1924-1928), sendo Intendente de Xique-Xique (BA) o Coronel Manoel Teixeira de Carvalho (abril a junho de 1924),  constava a promessa de construir uma ferrovia, que partiria da cidade de Salvador rumo ao extremo oeste do Estado, passando e tendo uma estação para cargas e passageiros em Xique-Xique (BA).
   Logo no primeiro ano de sua administração o governador Góes Calmon nomeou uma comissão para efetuar estudos específicos e elaborar o projeto do grande empreendimento de sua gestão.
    Contudo, depois de concluídos os estudos, do projeto elaborado e de insistir junto ao Governo Federal para que auxiliasse o governo da Bahia a executar obra tão importante, o governador  Góes Calmon foi constrangido a mandar arquivar a ideia.   
       Comentava-se na época que com a cosntrução da ferrovia  o nome da cidade de Xique-Xique seria mudado para "GOES CALMON".
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique", de Cassimiro Neto
283

Aconteceu em Xique-Xique (BA), no Sec. XIX: CONCLUSÃO DAS OBRAS DA IGREJA MATRIZ

Verba para conclusão das obras da Matriz

No ano de 1841  a Câmara Municipal de Xique-Xique (BA), fez ao Governador da Bahia,  nova solicitação de uma verba do valor de "oito contos de reis", para a conclusão das obras de reparação do templo da Igreja Matriz do Senhor do Bonfim.
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique", de Cassimiro Machado Neto
64

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Pôr do Sol em Xique-Xique (BA): LAGO IPUEIRA


Tradicional pôr do Sol na cidade de Xique-Xique BA, banhada pelo Lago Ipueira formado pelo Rio São Francisco.


Lago Ipueira em Xique-Xique BA: PORTO FLUVIAL


A cidade de Xique-Xique (BA), possui um dos maiores e melhores portos fluviais do Rio São Francisco, graças ao grande Lago Ipueira que banha a cidade.
A foto mostra a grande quantidade de barcas ali ancoradas.

terça-feira, 23 de julho de 2013

Baixio de Xique-Xique (BA): O PROJETO DE IRRIGAÇÃO


          Informo aos seguidores e leitores deste Blog que a população da cidade de Xique-Xique (BA) não concorda com a denominação de "BAIXIO DE IRECÊ" dada ao Projeto de Irrigação que está sendo implantado no Município de Xique-Xique (BA), local onde estão situados o "BAIXIO" e a ÁGUA necessários à existência do referido Projeto de Irrigação. 
          Denominá-lo de "BAIXIO DE IRECÊ" é um grande engano e, acredito mesmo, que os habitantes da cidade de Irecê (BA) não devam sentir-se confortáveis com essa indevida denominação pois, sabem, mais que ninguém, que naquele Município não existe "baixio", e nem água para irrigação além de ficar a uma distância de mais de 100 km da margem do Rio São Francisco, local da tomada d'água e do canal principal (foto). 
       Como acredito não serem eles os autores da equivocada denominação e sim que tenha partido de algum técnico que desconhece a realidade dos fatos, bem que os habitantes da cidade de Irecê poderiam ser parceiros dos Xiquexiquenses nesse pleito de mudança do nome do Projeto para "BAIXIO DE XIQUE-XIQUE", a não ser que queiram compactuar com essa usurpação

Foto do Rio São Francisco: CASAMENTOS COMUNITÁRIOS


Os casamentos comunitários são comuns nas cidades situadas na margem do Rio São Francisco, como bem mostra a foto colhida por Marcel Gautherot por ocasião dos festejos ao Bom Jesus da Lapa, nos idos da década de 1940.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Barcas do Rio São Francisco: "NOVA AMAZONAS"


A  "Nova Amazonas" é uma das principais barcas que navegam pelo Rio São Francisco e, costumeiramente, está ancorada no porto fluvial de Xique-Xique BA.

domingo, 21 de julho de 2013

Evangelho Dominical: LUCAS 10, 38-42

Jesus entrou num povoado, e uma mulher, de nome Marta, o recebeu em sua casa. Ela tinha uma irmã, Maria, a qual se sentou aos pés do Senhor e escutava a sua palavra. Marta, porém, estava ocupada com os muitos afazeres da casa. Ela aproximou-se e disse: “Senhor, não te importas que minha irmã me deixe sozinha com todo o serviço? Manda, pois, que ela venha me ajudar!” O Senhor, porém, lhe respondeu: “Marta, Marta! Tu te preocupas e andas agitada com muitas coisas. No entanto, uma só é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada”.

sábado, 20 de julho de 2013

Foto Antiga de Xique-Xique (BA): A RAMPA DO MERCADO


Fotografia da beira do rio, mostrando a "rampa do mercado" antes da construção do "paredão".
Essa rampa permitia o acesso dos caminhões para pegar as mercadorias que chegavam pelas barcas.

Parque Aquático de Xique-Xique (BA): TOBOGÃS E PISCINAS

Tobogãs desafiadores
Piscinas cheias de gente
Nos finais de semana os jovens de Xique-Xique e cidades vizinhas participam ativamente do lazer oferecido pelo Parque Aquático, atenuando o calor nas piscinas ou desafiando a coragem nos grandes tobogãs.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Foto Denúncia: MERCADO DO PEIXE EM XIQUE-XIQUE (BA)

Peixes frescos amontoados na sujeira

Peixes Salgados sobre sujas bancas.

       Está circulando no sítio do jornal "A VOZ", de Xique-Xique BA, a notícia de que "Insatisfeito com o desenvolvimento e o andamento de suas atividades frente à sua Pasta, o Secretario Municipal da Agricultura, Egnaldo Pessoa, o Tantão, pediu hoje, demissão do cargo."
        Sem entrar no mérito dos motivos da renúncia, pois, não disponho de dados para análise, espero que o Secretário Municipal da Saúde, de Xique-Xique, permaneça no cargo e resolva a principal e mais urgente questão municipal de saúde pública: O SANEAMENTO DO MERCADO DO PEIXE DA CIDADE.
          O povo precisa tomar as rédeas desse problema pois está demonstrado que as nossas autoridades constituídas  (Municipais - Estaduais - Federais), estão, no dizer de um nobre deputado federal, "se lixando para o povo". 
           

Foto Aérea de Xique Xique (BA): O LAGO IPUEIRA


Tomada aérea de Xique-Xique, pelo lado sul da cidade, com destaque para o grande Lago Ipueira, formado pelas águas do Rio São Francisco, que a banha. 

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Xiquexiquenses Ilustres: MÁRIO TORES RAPADURA

     O Sr. Mário Torres Rapadura nasceu em Ibiraba, município de Barra (BA), no dia 18 de abril de 1914,  filho de Manoel dos Reis Torres Rapadura e de Luíza Albertine Torres. 
   Ainda jovem o Sr.  Mário Rapadura  fixou residência em  Xique-Xique (BA), onde se tornou servidor público municipal, constituiu família e se tornou um autêntico xiquexiquense.
  Como era músico - tocava saxofone - e gostava da boemia, organizou, na década de 1950, e dirigiu, até os últimos dias de sua vida, um conjunto musical, inicialmente dedicado ao gênero "jazz" do qual participava o Sr. Manoel Guerreiro, no banjo, Sr.Pedro ‘Cachaça’, na bateria, Sr.Hermes no trombone de vara.
   Era esse pequeno grupo que animava as festas daquela década que se realizam na "Sete" e na "Operária", os dois clubes sociais da cidade.
    O Sr. Mario Rapadura  foi casado por duas vezes. O primeiro casamento, com a Sra. Elísia Ferreira da Conceição e o segundo, com a Sra. Odília Pereira Machado. Desses casamentos nasceram os filhos Neuzilton Torres Rapadura, Edilton Torres Rapadura, Almerinda Torres Rapadura, Odilmar Torres Rapadura e Maria A. Torres Rapadura. 
    O Sr. Mário Rapadura faleceu no dia 11 de março de 1975, em Xique-Xique onde seu corpo está sepultado no cemitério central da cidade. 
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique" de Cassimiro Neto.
231 

Estaleiro de Xique-Xique BA: FORA DO ESTALEIRO


Nem todas as barcas avariadas são levadas para serem consertadas no estaleiro.
Alguns barqueiros condicionados pela larga experiência adquirida no dia a dia da navegação, preferem, eles próprios, fazer os reparos na margem do rio.

Foto Interessante de Xique-Xique BA: A VOZ DA LIBERDADE


A famosa  "A VOZ DA LIBERDADE" que, na década de 1950, englobava sala de cinema, serviços de alto falantes e sorveteria, acha-se hoje reduzido a um mísero imóvel em decadência.
É o resultado dos empreendimentos  que começam pelo errático caminho.

Prédios Clássicos de Xique-Xique (BA): PENSÃO DE D. HERMÍNIA


Esta casa situada no início da Rua Góis Calmon era uma pensão que pertencia à D. Hermínia Bessa.
Nas décadas de 1950/1960, D. Hermínia tinha a maior satisfação em abrir as portas da pensão para que os jovens estudantes, à noite, de 20:00 às 21:30 horas, ali fizessem uma festinha ao som de uma pequena radiola.
Os xiquexiquenses sexagenários e septuagenários ainda se lembram dessa época e muitos casais que ainda estão juntos curtindo os netos ali iniciaram o namoro.

Cheia do Rio ão Francisco em Xique-Xique (BA) - 1979 : PRAÇA GETÚLIO VARGAS



A Praça Getúlio Vargas, por estar bem próxima do cais era  a primeira a ser inundada quando aconteciam as famosas enchentes do Rio São Francisco.
A foto mostra a praça totalmente tomada pelas águas no ano de 1979, quando ocorreu a última grande inundação da cidade.
Com a construção das represas de Três Marias em Minas Gerais e Sobradinho na Bahia, o volume d'água do rio está controlado e as cidades ribeirinhas não mais sofrem com as cheias anuais.
Foto: Afonso

Vapores do Rio São Francisco: TRANSPORTE DE MASSA


Na década de 1950 quando a região era carente de rodovias e era grande o êxodo para o Sudeste do País, o vapor era o transporte preferido pelos nordestinos que viajavam até Pirapora MG e de lá seguiam para os Estados Sudestinos, principalmente São Paulo a cata de empregos.
A foto registra bom um desses momentos.

Jornais de Xique-Xique (BA): "A LUZ" - 6ª Edição

       A sexta edição do periódico "A LUZ", circulou no dia , edição n° 06, datada de 20 de março de 1932, e trazia como sua principal manchete de primeira página a matéria  "Trabalhemos", que conclamava o povo xiquexiquense ao progresso através do trabalho honesto.
   Nesse número retorna  o assunto "Garimpos do Açuruá" com a transcrição de um telegrama remetido pelo diretor de Terras e Minas do Estado da Bahia, Dr. Accyoli Ferreira, endereçado  coronel Renovato Barreto.
     Em seguida vem o assunto "Infanticídio", noticiando a posição do processo que uma senhora do distrito de Tiririca responde por ter a mesma cometido um infanticídio, assassinando o próprio filhinho recém-nascido.
  Termina esta página tem uma chamada intitulada "Açougue Público", que critica severamente quem abate e comercializa animais na cidade. Aponta várias irregularidades, entre elas a falta de higiene e a forma cruel como os animais são abatidos. Conclama a Prefeitura Municipal de Xique-Xique a tomar providências para que seja construído um abatedouro público higiênico e que ofereça aos animais uma morte mais suave.
     A página dois traz um artigo com o título "Perfil", subscrito por alguém que se auto-intitula de Príncipe Negro. Também traz dois anúncios comerciais e é fechada com uma crítica – "Suínos" – ao fato de porcos vaguearem pelas ruas da cidade sem que a fiscalização consiga fazer nada para acabar esta afronta.
    A página três apresenta dois temas de destaque:
        "Assustado": registrando uma animada festinha acontecida na residência do Sr. José Custódio de Moraes (Seu Zeca), em regozijo pelo regresso do filho Bartolomeu Custódio de Moraes. Toda a jovem elite xiquexiquense se fez presente no vasto salão do feliz casal Morais. Marcaram presença as jovens: Lita, Lozinha, Damares, Stela, Beleza, Florzinha, Hormezinda, Aurelina, Arabela, Albertina, Belinda, Belina, Nair, Adélia, Tunica, Maricola, Hilda, Angélica, Eunice, Josefa, Anerzina e Marionita entre outras.
        "Viajantes": informando a chegada, pelo  vapor "Wenceslau Braz" do conceituado negociante Bartolomeu Custódio de Moraes. A bordo da mesma embarcação chegaram também as jovens Yná e Yare, filhas de João José Campinho, negociante em Remanso. Acrescenta o colunista que as jovens seguiriam depois para Barra, onde estudam no Colégio Santa Eufrásia.
        Há ainda dois anúncios comerciais nesta página.
     A página quatro tem uma longa manchete e uma reportagem igualmente grande que trata das vitórias do time de futebol "Bahiano F. Clube" de Juazeiro (BA), que  venceu o "Atlético" e o "Comercial"  e empatou com o "Estrada", na cidade de Pirapora MG.
       Informa ainda o mesmo artigo que "Bahiano F. Clube",  a bordo do vapor "Cleto Campelo"  fez escala em Xique-Xique, no  dia 05 do corrente, com destino à cidade mineira de Pirapora, onde fora disputar três partidas amistosas.
Os resultados dos três jogos amistosos foram: Bahiano 2  x Atlético  0;    Bahiano 3  x  Estrada  3;    Bahiano  1  x  Comercial  0.
     Outro assunto da página é "Pela Matriz", que anuncia a encenação de uma peça teatral, dia 26 de março corrente, com o título "O Primo da Califórnia", por um grupo de distintos jovens atores amadores de Xique-Xique, cuja renda seria  revertida em favor das obras da Igreja Matriz do Senhor do Bonfim. 
     Com o título "Asseio das Ruas", o jornal informa que o Prefeito Municipal coronel José de Souza Nogueira irá tomar providências no sentido de dar uma limpeza geral nas ruas da cidade. 
     Depois vem o assunto "Semana Santa", com o programa oficial das comemorações do tradicional evento da Igreja Católica.
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique" de Cassimiro Neto
361 

Aconteceu em Xique-Xique (BA), no século XX: GRANDE CHEIA DO RIO SÃO FRANCISCO

        O São Francisco tem grande enchente, no ano de 1924

   Recorrendo novamente ao opúsculo de autoria de uma das maiores personalidades de toda História de Chique-Chique, grande cidadão, grande homem público, grande político Francisco Marçal da Silva, tomamos-lhe emprestado da obra de sua lavra intitulada Memórias de um sertanejo, página 10, sobre mais um ano de enchentes do Rio São Francisco:

"depois veio em 1924, que retiramos para Lagoa
Grande, nesta época eu tinha 10 anos, tenho um pouco de lembrança dos dias que passamos ali, ao lado dos entes queridos, ainda existiam meu tio José, irmão de minha avó Ana, sogro de tia Gustava e Gustavo, pai de Artur, foi uma felicidade passar os poucos dias ali, muito leite, requeijão e muita fruta."

Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique" de Cassimiro Neto
276

Aconteceu em Xique-Xique (BA) no século XXI: AMPLIAÇÃO DO CAMPUS da UNEB

Campus XXIV, da UNEB, ganha amplo espaço para  funcionamento

   No ano de 2007 a Prefeitura de Xique-Xique (BA), autorizada pela Câmara de Vereadores,  doou ao Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias – DCHT  da Universidade do Estado da Bahia – UNEB, (Campus XXIV de Xique-Xique), de forma oficial e definitiva o prédio da "Escola Municipal Joaquim Bartolomeu de Souza", para uso exclusivo do Curso de Licenciatura Plena em Letras e Literaturas da Língua Portuguesa e outros cursos que porventura venham a ser criados pela mesma instituição nesta cidade.
    A referida Escola Municipal  está localizada na Rua João Guimarães, bairro São Francisco de Assis.

Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique", de Cassimiro Neto

1048

Aconteceu em Xique-Xique (BA), no século XIX: OMISSÃO DO PROMOTOR DE JUSTIÇA

         No mês de novembro de 1841 a Câmara de Vereadores de Xique-Xique comunica ao Presidente da Província da Bahia, Dr. Joaquim José Pinheiro de Vasconcelos  que o Promotor da Justiça, Sr. João José do Rego, não estava cumprindo com suas obrigações funcionais. No mesmo Ofício, a Câmara de Vereadores apresenta ao Presidente da Província  uma lista com 3 nomes para que aquela autoridade estadual designasse  um novo Promotor da Justiça Pública para a cidade de Xique-Xique, relação composta dos seguintes cidadãos:
       - Pedro Manoel da Silva Albuquerque: proprietário, negociante; boa inteligência e detentor de cinco eleitores da Paróquia;
      - José Alexandre de Souza: proprietário, negociante e detentor de três eleitores da Paróquia;
       - José Martins da Rocha: negociante.

      Em atenção ao pedido da Câmara de Vereadores  o Presidente da Província da Bahia  destituiu o Promotor omisso e no dia 17 de dezembro de 1841 nomeou o Sr. Pedro Manoel da Silva para a vaga de Promotor de Justiça de Xique-Xique.

Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique" de Cassimiro Neto:
64

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Lago Ipueira em Xique-Xique (BA): O PORTO FLUVIAL


O Lago Ipueira, formado pelas águas do Rio São Francisco, é um presente da natureza à cidade de Xique-Xique (BA).
Além do fornecimento do precioso líquido para consumo dos xiquexiquenses, o Lago é um natural porto que diariamente fica apinhado de barcas que navegam pelo rio.

Pôr do Sol em Xique-Xique (BA): O LAGO


Quando o Sol se esconde por detrás da Ilha do Bravo, todas as embarcações que durante o dia navegaram pelas imediações da cidade, ancoram no porto do Lago Ipueira, para passarem a noite.

terça-feira, 16 de julho de 2013

MOVIMENTO DOS XIQUEXIQUENSES PELA RESTAURAÇÃO DO MERCADO DO PEIXE.

       O Blog XIQUESAMPA está convidando os jovens xiquexiquenses residentes em Salvador para uma manifestação no dia 23 deste que sairá da Avenida Paralela, em adesão ao Movimento  Passe Livre.
      O Blog Juarez Morais Chaves, desejando aproveitar essa grande oportunidade e pegando uma carona na conclamação do XIQUESAMPA, pede aos conterrâneos xiquexiquenses que incluam na pauta do movimento, com cartazes e “slogans” os seguintes pleitos que muito beneficiarão a nossa cidade: RESTAURAÇÃO DO MERCADO DO PEIXE e RECUPERAÇÃO DO HOSPITAL DE XIQUE-XIQUE.  

terça-feira, 16 de julho de 2013

MOVIMENTO PASSE LIVRE: ATENÇÃO TODOS OS XIQUEXIQUENSES RESIDENTES EM SALVADOR-BA .

Xiquexiquenses residentes em Salvador prometem irem às ruas em prol do movimento Passe Livre.

Foi deliberado nesta segunda-feira em Assembléia que o próximo ato do Movimento Passe Livre será dia 23 de Julho de 2013, com concentração às 09:00 hs da manhã no Monumento em homenagem a Luiz Eduardo Magalhães, na avenida Paralela (Foto Abaixo), os manifestantes sairão em passeata pacifica pelo CAB (Centro Administrativo da Bahia) em direção a Governadoria. Contamos com a presença de todos Xiquexiquenses residentes em Salvador-BA .

Gratos, Filipe Eufrásio Miranda e Júnior Sento Sé (Militantes do Movimento Passe Livre Salvador-BA) .

FONTE: XIQUESAMPA
 
 

Foto do Rio São Francisco: OS AGUADEIROS

No que pese a grande abundância de água do Rio São Francisco, as cidades ribeirinhas, pelo menos as baianas, até bem pouco tempo não dispunham de um serviço da água tratada e encanada.
As populações eram abastecidas por pessoas que transportavam água em latas, na cabeça, ou em lombo de jumentos, como mostra a foto.
Foto: Marcel  Gautherot

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Cantinho da Seresta: BOIADEIRO



O Blog de JUAREZ MORAIS CHAVES fez uma seleção de músicas genuinamente brasileiras, tocadas e cantadas na segunda metade do século passado, principalmente nos anos 1960, "cifradas" para violão e que, semanalmente, estarão sendo divulgadas. 

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Foto Denúncia: MERCADO DO PEIXE EM XIQUE-XIQUE (BA)

Peixes eviscerados na sujeira

Como não deve ser uma banca de peixe fresco

A sujeira continua

Infelizmente  as autoridades constituídas de Xique-Xique BA, em todas as instâncias (Municipal, Estadual e Federal), não se sensibilizaram com a falta de higiene que impera no nosso "Mercado do Peixe", um verdadeiro atentado à saúde pública.
Nem mesmo o nosso glorioso Ministério Público, tão cioso das suas responsabilidades, tem se manifestado sobre o assunto.
Não obstante isso este Blog continuará denunciando este descalabro que está ameaçando a saúde da população xiquexiquense.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Xiquexiquenses ilustres: CUSTÓDIO B. MORAES


  O Sr. Custódio B. Moraes, nasceu em Xique-Xique no dia 15 de junho de 1914 filho do Sr. José Custódio de Moraes e de D. Josefa Afonso de  Moraes. No ano de 1932, aos 18 anos de idade, quando da comemoração do centenário da cidade de Xique-Xique  o jovem Custódio Moraes emprestou sua contribuição à organização dos festejos, junto com o Pároco Monsenhor Costa, tendo ficado responsável pela parte cultural da festa, ocasião em que preparou e participou  uma peça teatral. 
Na vida adulta o Sr.Custódio Moraes se tornou comerciante, fazendeiro, empreendedor e político, tendo sido  nomeado, no dia 24 de setembro de 1946,  pelo Interventor Federal da Bahia  para o cargo de Prefeito Municipal de Xique-Xique,  substituindo o Dr. Naylor de Souza Nogueira, endo cumprido um mandato até o dia 12 de dezembro de 1947, quando transferiu o cargo para o Sr. Francisco Emerenciano da Cruz. 
Nas eleições municipais de 21.12.1947 foi eleito vereador para o período de 1948 a 1951.
Como vereador, o Sr. Custódio Moraes, a pedido do Prefeito Municipal  Aurélio Gomes Miranda proferiu o  discurso oficial de inauguração do Mercador Municipal São Francisco, no dia 25 de dezembro de 1950. 
Reelegeu-se, ainda, para Vereador  nas eleições de 1950 )1951-1955, 1962 (1963-1967) e 1970 (1971-1973). Foi vice-presidente da mesa diretora da Câmara Municipal de Xique-Xique nos quatro anos consecutivos de seu segundo mandato de vereador – 1963-1967; depois, no biênio 1971-1973 foi presidente da mesa diretora da Câmara. 
Entre as suas atividades empresariais, além de grande comerciante, destaca-se a criação do Cine Bonfim, com modernas instalações na Avenida  J. J. Seabra. 
O Sr. Custódio B Moraes se casou com D. Bernadete Bastos Moraes, no dia 24 de junho de 1944, na cidade de Xique-Xique, sendo celebrante o padre José de Oliveira Bastos e da união nasceu o filho José Custódio Bastos Moraes.
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique" de Cassimiro Machado Neto
232

Estaleiro de Xique-Xique BA: BARCAS DE MADEIRA


Apesar de ser especializado em barcas com casco em aço o estaleiro de Xique-Xique também recupera  as velhas barcas com casco de madeira.

Enchente de 1979 em Xique-Xique (BA): PRAÇA D. MÁXIMO



A Pr. D. Máximo, em Xique-Xique, totalmente inundada pelas águas do Rio São Francisco quando da grande cheia de 1979.
Foi uma das maiores, equivalente à grande enchente de 1949 que, também, tomou grande parte da cidade.

Aconteceu em Xique-Xique (BA), no século XX: PODER CONSULTIVO

                              – Poder Consultivo –
     O Ato Oficial assinado pelo Governador da Bahia Dr. José Joaquim Seabra, datado de 06 de abril de 1922, no qual o coronel Genuíno Carvalho dos Santos saiu do Conselho Municipal e se tornou Intendente de Xique-Xique em substituição ao coronel Francisco Xavier Guimarães que renunciara por motivos de saúde, também designava o nome do coronel Joaquim Honorato de Souza para recompor o grupo dos cinco conselheiros membros do Poder Consultivo.
    Assim, o Conselho Consultivo Municipal ficou assim constituído: coronel José de Souza Nogueira, coronel Agrário de Magalhães Avelino, coronel Manoel Antunes Bastos, coronel Zoroastro Ferreira Lustosa e coronel Joaquim Honorato de Souza.
Fonte: "Senhor do Bonfim e Bom Jesus de Chique Chique" de Cassimiro Nato

272

Aconteceu em Xique-Xique (BA) no século XXI: ASSOCIAÇÃO COMERCIAL

Associação Comercial, industrial e Agropecuária de Xique-Xique – ACIAX –

      Atendendo projeto conjunto dos diretores das áreas de pecuária e agricultura, a direção geral da Associação Comercial, industrial e Agropecuária de Xique-Xique resolveu mandar organizar o I Encontro de Produtores Rurais de Xique-Xique.
   Este evento, segundo desejo de todos os membros da ACIAX, deve se tornar tradição em Xique-Xique, com o decorrer dos anos e abrir caminho para novas realizações no setor de pecuária, agricultura e afins.
    Fica o registro:
   - Iº Encontro dos Produtores Rurais de Xique-Xique: demonstração de técnicas de agricultura irrigada – em junho de 2003. Na ocasião houve palestras técnicas, exposição de raças, artesanato e produtos regionais.
Devido ao enorme sucesso alcançado pelo Iº Encontro de 2003, a ACIAX repetiu o evento nos dois anos seguintes, ampliando e aprimorando a programação do ano anterior.
Basta conferir para saber como foram os dois outros encontros:
   - IIº Encontro dos Produtores Rurais de Xique-Xique: demonstração de técnicas de agricultura irrigada. Outra vez os organizadores convidaram especialistas para fazer palestras e promoverem mesas redondas com os participantes – aconteceu nos dias 12 e 13 de junho de 2004, no km zero da Rodovia BA – 052.
   - IIIº Encontro dos Produtores Rurais de Xique-Xique. Os organizadores, novamente, ofereceram aos frequentadores: palestras técnicas, exposição de raças, artesanatos, produtos regionais e (uma novidade) corridas de argolinhas. O evento foi realizado nos dias 11 e 12 de junho de 2005, no km 1 da BA – 052, rodovia que liga Xique -Xique a Salvador.

Aconteceu em Xique-Xique (BA), no século XIX: O TEMPLO DO SENHOR DO BONFIM

      Paralisadas as obras da Igreja  do Senhor do Bonfim

       A Câmara Municipal de Xique-Xique em Ofício  do final de 1840, informa ao Presidente da Província da Bahia Sr. Paulo José de Melo Azevedo e Brito que estão paralisadas as obras de recuperação do templo da Igreja Matriz do Senhor do Bonfim, por falta de recursos financeiros.
   Os vereadores apelam para a sensibilidade do Presidente da Província no sentido de liberar uma verba no montante de oito contos de réis para a conclusão das obras.
      Nessa época, por determinação da Constituição Imperial do Brasil  a Igreja Católica  era a religião oficial do Império, o qual tinha a obrigação de sustentá-la e mantê-la.

Foto Interessante de Xique-Xique BA: ESCOLAS REUNIDAS CÉSAR ZAMA.



A foto registra o prédio do "César Zama" no ano de 1937, quando foi inaugurado.
Essa escola fundamental ainda hoje é referência na cidade de Xique-Xique. Foi inaugurada no dia 07 de setembro de 1937 pelo Prefeito Municipal de Xique-Xique, Coronel Francisco Xavier Guimarães. 
Mantendo a originalidade, o prédio, situado na Av. J. J. Seabra, está situado na Av. J. Seabra.

Prédios Clássicos de Xique-Xique (BA): RESIDÊNCIA DO CEL. JOSÉ DE SOUZA NOGUEIRA


Clássica residência que existia em Xique-Xique BA e que pertencera ao Coronel José de Souza Nogueira, que foi Prefeito Municipal no período de 1930 a 1933.
Foi esse Prefeito Municipal que no ano de 1932 construiu a Praça 6 de julho (conhecida como Praça da Caldeira), para comemorar o centenário da cidade de Xique-Xique.
Essa bela construção foi recentemente demolida por um dos herdeiros do Coronel.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Pôr do Sol em Xique-Xique (BA): O LAGO IPUEIRA


O belo pôr do Sol é uma das característica da cidade. O ocaso por detrás da Ilha do Gado Bravo é diariamente oferecido pela natureza para deleite dos xiquexiquenses.

Lago Ipueira: PORTO FLUVIAL DE XIQUE-XIQUE (BA)


Além da beleza natural o Lago Ipueira, formado pelas águas do Rio São Francisco é um porto natural de Xique-Xique para o qual convergem, diariamente, dezenas de grandes barcas transportando pessoas e mercadorias.

terça-feira, 9 de julho de 2013

Baixio de Xique Xique (BA): O PROJETO DE IRRIGAÇÃO


          Informo aos seguidores e leitores deste Blog que a população da cidade de Xique-Xique (BA) não concorda com a denominação de BAIXIO DE IRECÊ dada ao Projeto de Irrigação que está sendo implantado no Município de Xique-Xique (BA), local onde estão situados o "BAIXIO" e a ÁGUA necessários à existência do referido Projeto de Irrigação. 
          Denominá-lo de "BAIXIO DE IRECÊ" é um grande engano e, acredito, mesmo, que os habitantes da cidade de Irecê (BA) não devam sentir-se confortáveis com essa indevida denominação pois, sabem, mais que ninguém, que naquele Município não tem "baixio", e nem água para irrigação além de ficar a uma distância de mais de 100 km da margem do Rio São Francisco, local da tomada d'água e do canal principal (foto). 
       Como acredito não serem eles os autores da equivocada denominação e sim que tenha partido de algum técnico que desconhece a realidade dos fatos, bem que os habitantes da cidade de Irecê poderiam ser parceiros dos Xiquexiquenses nesse pleito de mudança do nome do Projeto para "BAIXIO DE XIQUE-XIQUE", a não ser que queiram compactuar com essa usurpação.

AVISO AOS LEITORES

O pôr do Sol e a Igreja de Xique-Xique
         Iniciei, no dia 09 de julho, a viagem anual à minha cidade: Xique-Xique (BA).
             Estarei passando uns dias em Salvador, revendo parentes e amigos e participando da celebração das Bodas de Ouro de um casal amigo.
              Apos isso rumarei para Xique-Xique onde deverei passar alguns dias matando as saudades, revendo amigos e parentes e fotografando todos os ângulos da cidade.
               Por isso as publicações deste Blog estarão, até a primeira semana de agosto, em ritmo lento e dependente dos momentos livres durante a viagem.

Foto do Rio São Francisco: O PESCADOR


Foto típica dos ribeirinhos do Rio São Francisco na década de 1940.
O pescador conseguiu apanhar um belo exemplo de Surubim e tenta vendê-lo.
Nessa época, registrada por Marcel Gautherot, os barranqueiros, apesar do calor, primavam pelo uso do paletó e do chapéu


Foto: Marcel Gautherot

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Cantinho da Seresta: BOA NOITE AMOR

O Blog de JUAREZ MORAIS CHAVES fez uma seleção de músicas genuinamente brasileiras, tocadas e cantadas na segunda metade do século passado, principalmente nos anos 1960, "cifradas" para violão e que, semanalmente, estarão sendo divulgadas. 



sábado, 6 de julho de 2013

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Foto Denúncia: MERCADO DO PEIXE EM XIQUE-XIQUE (BA)

As bancas onde diariamente o pescado é exposto

A falta de higiene é uma constante

O peixe sobre a sujeira.

Parece que a onde mudancista ainda não chegou em nossa Xique-Xique.
O povo da cidade precisa se mobilizar e exigir do poderes constituídos (Municipal - Estadual - Federal) o devido respeito com a qualidade de vida da população.
Chega de consumir peixes totalmente contaminados com a sujeira das bancas onde são expostos para venda à população.
Já que as nossas autoridades não estão preocupadas com a saúde pública cabe ao povo deixar de consumir o peixe como represália à sujeira e o lixo do Mercado do Peixe.
A gente pode passar uma ou duas semanas sem comer peixe, mas os vendedores não podem ficar sem vender.
Vamos reagir com tal descalabro, se preciso junto ao Ministério da Saúde. 
CADA CIDADÃO DE XIQUE-XIQUE TEM O DEVER DE ZELAR PELA SAÚDE DA PRÓPRIA FAMÍLIA, JÁ QUE OS PODERES  ELEITOS PELO POVO OU NOMEADOS PELO ESTADO, SE OMITEM.